Notícia

Sicoob pagará R$ 158 milhões a cooperados e abrirá 18 agências em 2019

Cooperativa financeira anunciou que fará distribuição de valores referentes à devolução de juros e sobras do ano de 2018

O diretor-executivo do Sicoob, Nailson Dalla Bernadina, apresenta os resultados referentes ao ano de 2018 durante evento
O diretor-executivo do Sicoob, Nailson Dalla Bernadina, apresenta os resultados referentes ao ano de 2018 durante evento
Foto: Sicoob

A cooperativa financeira Sicoob anunciou nesta quarta-feira (20) que distribuirá R$ 158,5 milhões entre os associados. O valor, referente à devolução de pagamento de juros e sobras financeiras, é cerca de 3% superior ao de 2017, quando R$ 153,2 milhões foram divididos entre os sócios.

A quantia faz parte dos resultados alcançados do ano de 2018, quando o sistema financeiro acumulou cerca de R$ 306 milhões, o maior valor já registrado pela cooperativa. O acumulado do último ano é 22,1% superior ao do ano de 2017.

Parte do valor, cerca de R$ 54 milhões, é referente ao pagamento dos juros sobre o capital social. A quantia já foi distribuída entre os associados no dia 31 de dezembro do último ano. O restante está sendo colocado à disposição nos encontros de prestação de contas. Dos R$ 306 milhões, R$ 147,5 milhões serão incorporados a fundos estatutários, como a Reserva Legal e o Fundo de Assistência Técnica.

O diretor-executivo do Sicoob, Nailson Dalla Bernadina, explicou que a divisão dos valores será de acordo com os investimentos feitos pelo associado. “No caso específico da nossa cooperativa de crédito, distribuímos proporcionalmente aos juros pagos pelo associado. Os investidores, aplicadores e depositantes, ajudaram a cooperativa gerar uma receita e parte dela volta para eles”, explicou Bernadina.

O diretor ainda ressalta que o modelo de distribuição, diferente dos demais bancos, valoriza o sócio pela participação durante o ano. “É uma forma de valorizar esse capital e a pessoa que está confiando no Sicoob, acreditando no potencial de negócio. A ideia central é devolver para o cooperado parte daquilo que ajudou a cooperativa a ter”, completou.

Bernadina aponta que os próximos passos da cooperativa neste ano são o aumento do número de associados, a manutenção da sustentabilidade do negócio a longo prazo e o investimento em tecnologias para manter a competitividade e as condições atrativas para os associados.

O presidente Bento Venturim (esquerda) e o vice-presidente Arno Kerckhoff (direita) estiveram no evento na sede da cooperativa.
O presidente Bento Venturim (esquerda) e o vice-presidente Arno Kerckhoff (direita) estiveram no evento na sede da cooperativa.
Foto: Sicoob

O presidente da cooperativa financeira, Bento Venturim, comenta que há três décadas o Sicoob tem procurado inovar. “Há 30 anos nós temos essa pegada de inovação e de trazer para as pessoas qualquer coisa que pudesse se melhorar a vida de cada um”, contou.

Ampliação

No último ano, a cooperativa financeira apresentou aumento no número de associados e depósitos, o que pode representar um crescimento do Sicoob. Em relação ao quadro de associados, houve crescimento de 18,8%, passando de 232,6 mil para 283,5 mil, sendo 227 mil pessoas físicas e 56 mil empresas.

Além disso, o número de depósitos registrou crescimento de 18,1% em relação a 2017, representando R$ 4,1 bilhões aplicados no último ano. Houve aumento também nos números relacionados a poupança, que registraram elevação de 29,4% e fecharam o ano com R$ 743,5 milhões.

A cooperativa ainda pretende ampliar a quantidade de agência neste ano com a abertura de 18 novos pontos no Espírito Santo e Rio de Janeiro, com nove agências em cada Estado. Os pontos capixabas estão localizados em Vitória, Vila Velha, Serra, Linhares e Mantenópolis.

Ver comentários