Notícia

Prévia do PIB leva à rodada de cortes de projeções da economia

Recuo de 0,68% entre janeiro e março previsto pelo BC foi verificado na comparação com o quarto trimestre de 2018

PIB do Espírito Santo sofre com queda da produção industrial
PIB do Espírito Santo sofre com queda da produção industrial
Foto: Amarildo

A divulgação do resultado do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) para o primeiro trimestre, que aponta um recuo de 0,68% da atividade econômica, ontem, provocou uma nova rodada de revisões para baixo nas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

O recuo de 0,68% entre janeiro e março deste ano foi verificado na comparação com o quarto trimestre de 2018. A retração registrada no primeiro trimestre deste ano, se confirmada, será a primeira desde o quarto trimestre de 2016, quando a economia brasileira registrou um tombo de 0,6%.

 

Por causa dos números abaixo do esperado, instituições financeiras reduziram as projeções de crescimento da economia no 1º trimestre e para 2019. O Itaú, que já havia cortado sua estimativa para o resultado fechado do ano de 1,3% para 1%, no início da semana, agora projeta queda de 0,2% no primeiro trimestre, assim como o Banco Bradesco.

O Goldman Sachs também revisou para baixo a projeção para o resultado fechado do ano, de 1,7% para 1,2%, hoje. BNP Paribas de 2% para 0,8%, Barclays de 1,7% para 1,2% e ABC de 1,6% para 1,1%.

No início da semana, o Boletim Focus, que traz a média das projeções de mais de cem analistas ouvidos pelo Banco Central, revelaram que a previsão de crescimento para 2019 foi cortada pela 11ª semana consecutiva, de 1,49% para 1,45%.

Esta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a economia do país está no “fundo do poço”. “Então, não adianta achar que nós vamos crescer por fora, que vamos crescer 3%. Não é a nossa realidade. A nossa realidade é o seguinte: estamos lá no fundo”.

O ministro também indicou que vai revisar de 2,2% para 1,5% a previsão oficial do governo de alta do PIB em 2019.

Ver comentários