Notícia

Bebida que mistura cachaça e vinho é destaque em feira do agronegócio

Evento começa na próxima sexta-feira, em Vitória, com entrada gratuita

Apresentações de grupos de dança cultural estarão entre as atrações do evento
Apresentações de grupos de dança cultural estarão entre as atrações do evento
Foto: Sabores da terra | Divulgação

Mais de dez tipos de queijos e quase 20 tipos de bebidas – entre elas, uma receita de família que mistura frutas vermelhas, vinho e cachaça –, estarão presentes em uma feira que começa na próxima sexta-feira, dia 7, em Vitória. Os sabores da produção da agropecuária capixaba ainda se misturarão a apresentações de danças e de músicas que representam as diferentes raízes coloniais dos municípios capixabas.

Cerca de 300 empreendedores rurais participarão da 12ª edição da Feira Sabores da Terra, que acontece de 7 a 9 de junho, na Praça do Papa, na Capital. O evento tem entrada gratuita e vai reunir expositores de dez regiões do Estado.

De acordo com Ademir Dadalto, organizador do evento, será possível encontrar de bombons a orquídeas. “Esse é um encontro que fazemos entre as pessoas do campo e as da cidade. Será possível encontrar produtos a partir de R$ 2”, comenta.

Um dos destaques desta edição são as bebidas. Vinhos, cervejas e cachaças ganharam produções regionais. Entre as novidades deste ano está uma bebida singular fabricada em um chalé italiano localizado no distrito de Araguaia, em Marechal Floriano, na Região Serrana do Estado. Segundo o escultor Hipolito Alves e seu sócio Wesley Schunk, essa é uma receita familiar que será apresentada em um evento pela primeira vez.

“Passamos os últimos dois anos fazendo testes com ela. Inicialmente, pensamos que seria uma bebida artesanal, feita de modo simples, mas os provadores começaram a gostar muito do sabor e queriam levá-la até para outros países”, conta Hipolito.

De acordo com ele, a Nobello, como foi chamada, é uma bebida doce resultante de uma mistura entre frutas vermelhas, vinho e cachaça.

Leia também

Já para quem gosta de harmonizar vinho com queijo também tem novidade. O criador de búfalos José Luiz Casati levará derivados de leite de búfala que produz em sua fazenda, em Linhares, para o evento. Entre eles, um queijo maturado.

“Ele possui um sabor sem igual e fica maturando durante um ano. O percentual de gordura saturada encontrada no leite de búfala, por exemplo, é bem inferior ao leite de vaca, chegando a ter 50% menos colesterol. Possui um elevado teor de cálcio, o que o torna um aliado da saúde”, explica.

Já para os amantes dos derivados de leite de vaca, será possível encontrar à venda no local diversos tipos de produtos, como parmesão, burrata, minas padrão, minas frescal, ricota, coalhada, requeijão e iogurtes.

CULTURA

Outro destaque da programação são as apresentações culturais. Segundo o organizador do evento, Ademir Dadalto, haverá a participação de um coral de Venda Nova do Imigrante, além de um sanfoneiro e de violeiros caipira. Também haverá Folia de Reis e danças alemã (Santa Maria de Jetibá), italiana (Araguaia, em Marechal Floriano) e holandesa (Vila Pavão).

As apresentações acontecerão ao longo dos três dias de feira no espaço de alimentação. “As apresentações vão mostrar a beleza e a diversidade cultural que temos de norte a sul do Espírito Santo. Nossa cultura é plural e rica. Com isso, muitas pessoas que ainda não a conhecem terão contato pela primeira vez”, ressalta Ademir.

Ver comentários