Notícia

Azul, Passaredo e MAP ficam com horários da Avianca em Congonhas

Dos 41 horários disponíveis, a Azul ficou com 15, a Passaredo com 14 e a MAP com 12

Azul, Passaredo e MAP ficam com horários da Avianca em Congonhas
Azul, Passaredo e MAP ficam com horários da Avianca em Congonhas
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) redistribuiu nesta quarta-feira (31) os slots (horários de pouso e decolagem) que eram da Avianca Brasil no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Dos 41 horários disponíveis, a Azul ficou com 15, a Passaredo com 14 e a MAP com 12.

Com o resultado, a Azul passa a ter 41 slots, o mesmo número que a Avianca Brasil tinha no aeroporto.

Leia também

Os espaços foram disputados por quatro empresas: Azul, MAP, Passaredo e Two. Na última segunda-feira (29), as duas primeiras haviam pedido os 41 slots para si. A terceira e a quarta solicitaram 30 e 14 horários, respectivamente.

O novo método de distribuição foi adotado pela agência para mitigar a concentração de mercado entre Gol e Latam e atende a pedidos do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e do Ministério Público Federal, que recomendaram a mudança do percentual de slots da Avianca a serem distribuídos para as empresas aéreas remanescentes a fim de evitar um oligopólio.

Pela regra antiga, metade dos slots deveria ser distribuída entre as competidoras já existentes. A outra metade iria para novas empresas.

Após consulta pública sobre que modelo adotar, a Anac decidiu distribuir os espaços primeiramente entre as aéreas ingressantes e considerar como novas as empresas que operam até 54 voos por dia no aeroporto.

Com isso, Latam e Gol ficaram de fora, mas a Azul, que tinha 26, pôde participar.

Latam e Gol, que não solicitaram slots da Avianca e que têm criticado o método de distribuição da Anac, seguirão hegemônicas no aeródromo. Elas têm 236 e 234 slots, respectivamente.

Ver comentários