Notícia

Câmara reabre votação com possibilidade de abrandar proposta

O plenário da Câmara dos Deputados retomou às 17h27 desta quinta-feira (11) a votação da reforma da Previdência

Câmara reabre votação da Previdência, com possibilidade de abrandar proposta
Câmara reabre votação da Previdência, com possibilidade de abrandar proposta
Foto: Gabriela Bilo | Agência Estado

O plenário da Câmara dos Deputados retomou às 17h27 desta quinta-feira (11) a votação da reforma da Previdência. O texto-base foi aprovado na véspera por 379 votos, 71 a mais do que o mínimo necessário.

Nesta quinta, a Casa vai analisar os chamados destaques, que são propostas dos parlamentares de alterar pontos específicos do texto. Há forte pressão para que sejam abrandadas regras para mulheres, policiais, professores e beneficiários de pensão por morte.

Leia também

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), diz pretender concluir a análise dos destaques nesta quinta e, na sexta (12), votar a proposta em segundo turno, último ponto da tramitação na Casa.

Após isso, a reforma segue para o Senado, que deve se debruçar sobre ela a partir de agosto, na volta do recesso parlamentar. Os defensores da proposta têm a expectativa de que até setembro ela esteja completamente aprovada pelo Congresso, indo à promulgação.

Em meio às discussões de mérito da medida, siglas do centrão também pressionam o governo a dar garantias de que serão liberadas as verbas prometidas aos parlamentares em troca de apoio.

Ver comentários