Notícia

Mais de cinco toneladas de queijo são destruídas no ES

Alimento fabricado em Minas foi levado para aterro sanitário na última quarta-feira (03)

Queijo sem registro de inspeção apreendido pelo Idaf
Queijo sem registro de inspeção apreendido pelo Idaf
Foto: Divulgação/Idaf

Um caminhão com mais de cinco toneladas de queijo vindo de Minas Gerais foi apreendido nesta quarta-feira (03) pela fiscalização do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), em Dores do Rio Preto, no extremo Sul do Espírito Santo. O alimento transportado irregularmente foi descartado em uma aterro sanitário.

>200 quilos de carne apreendidos em supermercado de Colatina

De acordo com o órgão, a equipe volante de fiscalização abordou um veículo que transportava o queijo sem registro de inspeção oficial, em Dores do Rio Preto, extremo Sul do Estado

A carga veio do município de Cruzeiro da Fortaleza (MG) e seria entregue, parcialmente, em Guaçuí, no extremo Sul do Espírito Santo. Segundo o Idaf, a equipe de fiscais solicitou a nota fiscal dos produtos, depois pediram para verificar a carga e constataram que os alimentos apresentavam sinais de deterioração.

>Procon apreende quase 300 kg de alimentos irregulares em supermercados

"Outra coisa evidente era a ausência de embalagem dos produtos. É na embalagem que é registrado o selo do Serviço de Inspeção oficial, seja o SIF, SIE, SUSAF, SIAPP ou SIM", explicou o órgão.

Todos os produtos apreendidos foram destruídos em um aterro sanitário. De acordo com o Idaf, o selo do Serviço de Inspeção é a garantia de que os queijos foram produzidos e armazenados em conformidade com o que é determinado pela legislação. Ou seja, sem o selo não há garantias da procedência e qualidade do produto.

O responsável pela carga foi autuado conforme determina a legislação vigente e terá que pagar uma multa de cerca de R$ 8 mil.

Ver comentários