Notícia

Petroleiros avaliam propostas de acordo coletivo da Petrobras

Segundo os sindicatos dos petroleiros, a empresa apresentou um porcentual de reajuste inferior ao da inflação

Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
Foto: Agência

Os empregados da Petrobras participam de um processo de consulta promovido pelos sindicatos para avaliar as propostas de acordo coletivo da direção da companhia. Previamente, o diretor da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), Adaedson Costa, afirma que "o acordo coletivo não atende aos anseios da categoria".

Os sindicatos têm ouvido a posição dos funcionários também sobre a possibilidade de recorrer a uma greve, como meio de demonstrar à direção da petroleira que não estão de acordo com as propostas de reajuste salarial e benefícios trabalhistas.

> Bolsonaro não descarta privatização da Petrobras, diz Guedes

Segundo os sindicatos, a empresa apresentou um porcentual de reajuste inferior ao da inflação, correspondente a 70% do INPC acumulado desde setembro do ano passado. Também quer acabar, gradualmente, com o adicional de permanência no Estado do Amazonas. E também quer aumentar a contribuição dos funcionários no plano de saúde.