Notícia

Capixaba em Paris fala sobre incêndio na Catedral de Notre-Dame

As chamas atingiram o monumento na tarde desta segunda-feira (15), em Paris

Capixaba que mora em Paris quando visitou a Catedral de Notre-Dame
Capixaba que mora em Paris quando visitou a Catedral de Notre-Dame
Foto: Arquivo Pessoal

A capixaba de Boa Esperança, Luma Spagnol, 29, reside há oito anos em Paris, e relata a tristeza de todos com o incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame nesta segunda-feira (15).

Em entrevista à Rádio CBN Vitória, ela contou que os moradores da região estão assustados com a notícia, pois o Corpo de Bombeiros ainda não havia conseguido apagar o fogo. "A catedral é feita de madeira e isso faz com que as chamas se alastrem. Estamos muito tristes. A catedral atrai pessoas do mundo todo e acontece essa tragédia. É lamentável", desabafa.

O INCÊNDIO

A Catedral de Notre-Dame, em Paris, foi atingida por um incêndio de grandes proporções na tarde desta segunda-feira (15).

Incêndio na Catedral Notre-Dame
Incêndio na Catedral Notre-Dame
Foto: ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Até o momento, as autoridades francesas tratam o caso como um acidente e ainda não há informações sobre o que teria causado as chamas.

O fogo foi visto no topo da construção, nas duas torres principais, e uma operação com mais de cem bombeiros atua na área.

> Incêndio atinge Catedral de Notre Dame em Paris

Segundo o secretário de Estado do ministério do Interior, Laurent Nunez, não há registros de feridos e estrutura que sustenta o telhado da igreja "está sendo devorada pelas chamas".

HISTÓRIA

A Catedral de Notre-Dame foi construída no ano de 1163, em Paris. Ela é uma das mais antigas em estilo gótico na França, localizada na pequena Ilha de la Cité na capital francesa, cercada pelo Rio Sena.

Catedral de Notre Dame, em Paris
Catedral de Notre Dame, em Paris
Foto: Reprodução/Facebook

O edifício tem 127 metros de comprimento, 48 de largura e 35 de altura. Reúne na parte mais alta abóbadas e dá o primeiro passo na construção colossal do gótico. Os sinos da torre norte, instalados desde 1856, badalam a cada 15 minutos ou em eventos históricos, como no fim da Primeira Guerra Mundial ou na libertação de Paris em 1944.

Desde 1896, a Catedral de Notre-Dame abriga os fragmentos da coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado e crucificado pelos soldados romanos. A relíquia está guardada dentro de um tubo de cristal e ouro.

> "Estou triste", diz Macron sobre incêndio na Catedral Notre-Dame

Ver comentários