Notícia

Kanye West tem assinatura forjada em golpe de R$ 10 milhões

O compositor americano Malik Yusef está sendo acusado de falsificar a assinatura do rapper Kanye West

Kayne West
Kayne West
Foto: Foto: Reprodução/Redes Sociais

O compositor americano Malik Yusef, 48, está sendo acusado de falsificar a assinatura do rapper Kanye West, 41, causando uma fraude de US$ 2,5 milhões (R$ 10 milhões) contra uma empresa de óculos sul-coreana.

A grife diz que Yusef a enganou prometendo que Kanye criaria um vídeo e encabeçaria uma campanha publicitária para eles. As informações são do site americano TMZ e do jornal britânico The Guardian.

A empresa contou também que Yusef até organizou uma reunião entre Kanye e um representante da marca, fazendo parecer que estava à frente de todas a negociações, mas Kanye supostamente não tinha ideia de que havia algum tipo de acordo comercial.

A queixa apresentada na quinta-feira (16) diz que Yusef "forjou a assinatura de Kanye, criou uma entidade denominada em homenagem à mãe falecida de Kanye, emitiu faturas fraudulentas feitas para parecerem que foram emitidas por agências de empresariamento artístico legítimas, mentiu sobre seus contatos e trabalho com artistas, e, no final, embolsou mais de US$ 2,5 milhões da Gentle Monster".

Detalhe: segundo o TMZ, Kanye não foi a única celebridade que Yusef prometeu à empresa de óculos. Ele também negociou o passe de Pharrell Williams, 46, e Jaden Smith, 20.  s e

A grife de óculos de sol diz na ação que o suposto golpe foi elaborado, uma vez que durou nove meses, e incluiu de fato assinaturas forjadas. As suspeitas começaram a surgir em fevereiro deste ano, quando Yusef enviou um vídeo para a marca que não correspondia àxpectativas. Os créditos finais do vídeo, aliás, diziam que tanto Kanye quanto Pharrell escreveram e produziram a música-tema da "campanha".

Ainda assim, a grife lançou o projeto. Foi quando Kim Kardashian twittou que seu marido não tinha nada a ver com isso, fazendo com que a empresa retirasse a peça publicitária de circulação.

Esta não é a primeira vez que Yusef usa o nome de Kanye para seu próprio ganho pessoal. Em fevereiro, ele supostamente forjou a assinatura deo artista para um show na semana de moda de Nova York. A apresentação nunca aconteceu.