Notícia

Sri Lanka volta a adotar pena de morte após 42 anos

Sirisena havia prometido levar adiante as execuções de presos que tenham sido condenados por crimes relacionados com drogas

O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena
O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena
Foto: Reprodução/Facebook

O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, anunciou nesta quarta-feira que assinou as sentenças de morte de quatro presos condenados por narcotráfico, o que põe fim a uma moratória de 42 anos no país.

Sirisena havia prometido levar adiante as execuções de presos que tenham sido condenados por crimes relacionados com drogas como parte do endurecimento da sua luta contra o narcotráfico. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.