Notícia

Com 54 bisnetos, aposentada completa 107 anos em Linhares

Além de dormir e acordar cedo, ela tem um segredinho: "Se tiver arroz, eu não quero. Eu quero polenta"

Aposentada completa 107 anos com festa em Linhares
Aposentada completa 107 anos com festa em Linhares
Foto: Samira Ferreira

Este sábado (10) foi de festa para a aposentada Onoria Maria Velber, de Linhares, no Norte do Espírito Santo, mas não pela folia do carnaval. A moradora completa neste dia 107 anos. Para comemorar, parentes organizaram um jantar com direito a bolo no bar da família, no bairro Interlagos.

"Ela é nossa rainha, nossa matriarca, nosso orgulho. É um privilégio tê-la como avó e também como mãe, já que ela me criou porque a minha mãe precisava trabalhar", disse a neta Anne Kelly dos Santos. "Eu amo ter uma avó como essa. Ela sai para tudo quanto é canto com a gente", declarou a também neta Vanusa Rodrigues Cardoso.

Apenas parte da família compareceu à festa. Ao todo, são 6 filhos, 60 netos, 54 bisnetos e 7 tataranetos. De acordo com a filha caçula, Maria Vilanova dos Santos, com quem Onoria mora, é difícil reunir todo mundo, porque há parentes que moram em outras cidades. O máximo que já conseguiram foi a metade da família.

Onoria é natural de Aimorés, em Minas Gerais, e está há 14 anos em Linhares. Lúcida, ela contou que foi criada na roça pelo pai, já trabalhando. "Levantava cedo e cuidava das plantas, da criação".

Hoje em dia, a aposentada continua acordando cedo, mas já não faz mais as tarefas domésticas. Em julho do ano passado, ela sofreu uma queda e quebrou o fêmur. "Acordo muito cedo, às 6 horas da manhã, e durmo às 10 horas da noite. Antes fazia café, lavava a louça, mas as minhas pernas perderam a força".

O segredo para viver tanto tempo e bem, no entanto, não parece estar só ligado ao trabalho e ao fato de acordar e dormir cedo. Onoria é apaixonada por polenta. "Não como muita carne não. Salada e polenta eu gosto. Se tiver arroz, eu não quero não. Eu quero polenta". Sobre viver tantos anos, afirmou: "Deus está permitindo, ajudando. Eu estou feliz, graças a Deus".

Aposentada completa 107 anos com festa em Linhares
Aposentada completa 107 anos com festa em Linhares
Foto: Samira Ferreira

Polenta parece ser mesmo o segredo para envelhecer bem. Ao Gazeta Online, as gêmeas Maria Pignaton Pontin e Paulina Pignaton Pandolfi, nascidas no distrito de Santo Antônio, em Ibiraçu, que completaram 100 anos em maio do ano passado, lúcidas e cheias de vida, também citaram o prato. Veja o trecho da reportagem:

O segredo para chegarem aos 100 anos? As irmãs dizem que é a fé e o cuidado com a alimentação. Elas também nunca beberam, nem fumaram. “Foi Deus que nos trouxe até aqui. É a fé”, disse Paulina. Maria faz coro com a irmã. “A gente pensa muito em Deus, nosso Pai.”

Sobre a alimentação, a dica é consumir muita fruta, menos gordura, pouca carne e mais verdura, de acordo com Maria. “Biscoito, pão e café com leite de vez em quando”, acrescentou. “Belisca todo dia”, entregou Paulina. De origem italiana, ela também recomenda “muito leite e polenta” para os mais jovens.

Ver comentários