Notícia

Nível do Rio Doce cai em Linhares

Na manhã deste sábado (10), o serviço de monitoramento da Defesa Civil municipal registrou 3,8 metros, 70 centímetros abaixo da marca registrada na sexta

Desde a tarde desta sexta-feira (9), segundo a Prefeitura de Linhares, o nível do Rio Doce vem caindo no município. Na manhã deste sábado (10), o serviço de monitoramento da Defesa Civil registrou 3,8 metros, 70 centímetros abaixo da marca registrada na sexta, quando o rio atingiu 4,5 metros. Apesar da diminuição do nível, o rio continua acima da cota de inundação, que é de 3,45 metros.

ESTRADA LIBERADA

A notícia é boa para moradores e turistas que escolheram Povoação, no litoral de Linhares, para curtir o carnaval. Na rodovia de acesso ao balneário (ES 248), que tinha trechos de alagamento e estava intransitável, já é possível passar com veículo. De acordo com a Prefeitura, o local onde acontece a folia também não possui mais alagamentos.

Da mesma forma, as regiões do bairro Olaria, único da sede do município que foi atingido pela água, não estão mais alagadas. Mas as 10 famílias desabrigadas e a única família desalojada continuam no ginásio poliesportivo do bairro Araçá. A prefeitura informou que todas são assistidas pela secretaria municipal de Assistência Social e recebem alimentação.

A primeira moradora a ser atingida pela cheia do Rio Doce foi Ana Lúcia Gomes da Silva, que reside no bairro Olaria
A primeira moradora a ser atingida pela cheia do Rio Doce foi Ana Lúcia Gomes da Silva, que reside no bairro Olaria
Foto: Michel Freitas

De acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil, no início da tarde deste sábado, o Rio Doce estava em 3,63 metros, com possibilidade de queda nas próximas horas. O monitoramento também é feito pela Defesa Civil de Linhares. Em caso de emergência, o morador pode ligar para os telefones 99983-5661 (Defesa Civil), 153 (Guarda Municipal) ou, ainda, para o 193 (Corpo de Bombeiros).

Cheia do Rio Doce atinge o bairro Olaria, em Linhares
Cheia do Rio Doce atinge o bairro Olaria, em Linhares
Foto: Michel Freitas

Ver comentários