Notícia

Padaria é interditada por vender produtos vencidos em Nova Venécia

O MPES informou que adotará medidas criminais em relação ao caso e pedirá a reparação dos danos causados à coletividade pelo proprietário

Foram encontrados produtos com validade vencida e impróprios para consumo
Foram encontrados produtos com validade vencida e impróprios para consumo
Foto: Divulgação/MPES

Uma padaria em Nova Venécia, região Noroeste do Estado, foi interditada a pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por vender produtos com validade vencida e impróprios para consumo.

O MPES, através da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, tomou conhecimento dos fatos através de um vídeo postado nas redes sociais com denúncias relacionadas ao local.

A Vigilância Sanitária e a Polícia Militar foram acionadas pelo MPES, que na segunda-feira (09), constatou as irregularidades nos produtos da lanchonete da padaria.

Carnes, pães, ovos, salsichas, cremes de queijo, enlatados, peças de presunto e bacon, sucos, embalagens de café e até botijões de gás de cozinha estavam com armazenamento inadequado, data de validade vencida e sem informações suficientes em relação ao uso, entre outras irregularidades.

O proprietário do estabelecimento foi encaminhado para a delegacia do município. Ele pagou fiança de R$ 10 mil e em seguida foi liberado. A padaria permanecerá interditada até que a situação seja regularizada.

O MPES informou que adotará medidas criminais em relação ao caso e pedirá a reparação dos danos causados à coletividade pelo proprietário.

Ver comentários