Notícia

MP investiga esquema de facilitação de fuga de presos em São Mateus

São cumpridos seis mandados de prisão e um de afastamento cautelar nos municípios de São Mateus e Nova Venécia

Operação Bota Preta em São Mateus
Operação Bota Preta em São Mateus
Foto: MP

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou a operação denominada “Bota Preta” que investiga, desde janeiro, um esquema de corrupção e facilitação de fuga de presos no município de São Mateus. A operação conta com o apoio da Polícia Civil e do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, 

Com base em investigações preliminares e interceptações telefônicas, autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) são cumpridos sete mandados de buscas e apreensão, seis mandados de prisão e um de afastamento cautelar nos municípios de São Mateus e Nova Venécia.

Participam da operação seis promotores de Justiça, servidores do Ministério Público e 15 policiais militares Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES e mais 13 policiais civis, nove agentes da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e sete delegados da Polícia Civil, além da participação da Departamento de Inteligência da PC.

O nome da operação, Bota Preta, faz referência à forma como são chamados os inspetores penitenciários, os antigos agentes, pelos presos.

Ver comentários