Notícia

Tragédia em Linhares: igreja liderada por George não tem mais cultos

Membros temem retaliação e cultos são realizados aleatoriamente em casa de fiéis

Portão da Igreja Batista Vida e Paz em Linhares
Portão da Igreja Batista Vida e Paz em Linhares
Foto: Ariele Rui | TV Gazeta

A Igreja Batista Vida e Paz, que era liderada pelos pastores George Alves e Juliana Salles, está fechada há, pelo menos, sete dias. É o que revelaram vizinhos do templo, que fica no bairro Interlagos, em Linhares, Norte do Estado.

> TRAGÉDIA EM LINHARES | A cobertura completa

Nesta quinta-feira (10), dia do enterro dos irmãos Kauã Salles, de 6 anos, e Joaquim Alves, de 3 anos, a reportagem da TV Gazeta Norte esteve no local no período da tarde e encontrou o portão trancado com corrente e cadeado. As placas de identificação da igreja foram retiradas. Vizinhos acreditam que as faixas foram removidas na madrugada desta quinta, já que nos dias anteriores elas estavam afixadas.

Leia também

Um fonte também revelou que os fiéis estão se reunindo todo domingo na casa de um membro diferente da igreja, pois estão com medo de retaliação desde que o local foi depredado. Um dos frequentadores do templo esteve na 16ª Delegacia Regional de Linhares, na semana passada, para registrar um boletim de ocorrência dando conta que um vândalo tentou retirar as faixas do templo e ainda tentou abrir o cadeado.

A reportagem procurou pastores da igreja para saber se as placas de identificação foram retiradas pelos próprios fiéis ou foram arrancadas por vândalos, mas ninguém atendeu. Também foram encontrados xingamentos contra George no portão da igreja.

Ver comentários