Notícia

Tragédia em Linhares: testemunhas relataram choro e gritos de irmãos

Afirmação foi feita pelo delegado André Costa na manhã desta quarta-feira (23)

Da esquerda para direita: delegados André Costa, André Jaretta Ardison e o Secretário de Segurança Pública Nylton Rodrigues
Da esquerda para direita: delegados André Costa, André Jaretta Ardison e o Secretário de Segurança Pública Nylton Rodrigues
Foto: Bernardo Coutinho

O delegado André Costa, que faz parte da força-tarefa que investiga o caso dos irmãos assassinados pelo pastor George Alves, em Linhares, afirmou que durante depoimento testemunhas revelaram terem ouvido gritos e choros enquanto os meninos Joaquim, 3 anos, e Kauã, 6 anos, eram agredidos por Georgeval.

"As testemunhas relataram que ouviram o choro das crianças e gritos enquanto elas eram agredidas pelo investigado", afirma.

Costa acrescentou ainda que George só sinalizou socorro após os vizinhos arrombarem o portão da casa na tentativa de salvar as crianças.

"Só por conta da chegada das testemunhas o investigado sinalizou socorro, depois que os vizinhos arrombaram o portão da casa na tentativa de salvar as crianças", disse André Costa. 

 

 

Ver comentários