Notícia

Assaltante ameaça dona de relojoaria e diz ter acabado de sair do Iases

Nesta semana, o Gazeta Online noticiou que adolescentes apreendidos começaram a ser liberados por causa de uma decisão do STF, que via a reduzir a superlotação das unidades

Suspeito de tentativa de assalto a relojoaria disse que tinha acabado de sair do Iases
Suspeito de tentativa de assalto a relojoaria disse que tinha acabado de sair do Iases
Foto: Reprodução

Um dos suspeitos de tentar assaltar uma relojoaria em Linhares, região Norte do Estado, na noite desta quinta-feira (06), disse para a dona do estabelecimento que havia acabado de sair do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases).

Nesta semana, o Gazeta Online noticiou que 61 apreendidos no complexo Uninorte – que reúne as unidades de internação de adolescentes em situação provisória e definitiva em Linhares - começaram a ser liberados e que, outros 200, vão ter o mesmo destino até o próximo dia 21, totalizando 261 menores que cometeram atos infracionais retornando a seus municípios de origem.

As liberações estão ocorrendo após o Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão inédita, determinar, em agosto, que a superlotação nas unidades de internação do Norte do Estado seja reduzida a 119% da capacidade.

De acordo com a Polícia Militar, a tentativa de assalto aconteceu no Centro da cidade. A proprietária disse aos militares que, um dos suspeitos, que aparentava ser menor de idade, entrou no estabelecimento se passando por cliente. Após perguntar o valor de alguns relógios, ele levantou a camisa, mostrou uma arma de fogo e anunciou o assalto.

Leia também

Logo em seguida, um outro suspeito com uma mochila entrou na joalheria e abaixou a porta da loja, onde estavam cerca de sete clientes, sendo duas crianças.

AMEAÇAS

A dona da relojoaria informou que o suspeito, que estava armado, disse que havia acabado de sair do Iases e 'não tinha nada a perder'.

Alguns funcionários que estavam do lado de fora do estabelecimento perceberam a situação e começaram a gritar dizendo que a relojoaria estava sendo assaltada.

Nesse momento, testemunhas informaram que os suspeitos saíram do local tranquilamente e foram caminhando na rua até entrarem em um veículo, modelo Fiat Palio, com placa da Bahia, onde estavam mais dois suspeitos armados, que os esperavam para dar fuga.

Populares disseram que tentaram deter um dos suspeitos, que chegou a apontar a arma para as pessoas, e conseguiu fugir no veículo, que seguiu em direção à Rodoviária de Linhares. 

Nada foi roubado da relojoaria, de acordo com a proprietária. Toda a ação dos suspeitos foi filmada pelo sistema de videomonitoramento do local.

Os policiais chegaram a fazer buscas pela região, mas os suspeitos não foram localizados. A Polícia Civil informou que o caso será investigado.

Ver comentários