Notícia

Advogados de pastores vão a Fórum em Linhares

Advogados de pastores não quiseram comentar o caso

Fórum Desembargador Mendes Wanderley, no bairro Três Barras, em Linhares
Fórum Desembargador Mendes Wanderley, no bairro Três Barras, em Linhares
Foto: Brunela Alves

Os advogados que representam o casal de pastores Juliana Sales e Georgeval Gonçalves estiveram no Fórum em Linhares, no Norte do Estado, na tarde desta quinta-feira (08). A pastora conseguiu na Justiça uma liminar de liberdade provisória e saiu do Centro Prisional de Cariacica, na Grande Vitória, durante a madrugada, após ficar presa por 143 dias.

Nossa equipe tentou conversar com o advogado Rodrigo Duarte Luiz, que também é pastor da Igreja Batista Vida e Paz em Minas Gerais, quando ele estava deixando o local, mas  informou que não comentaria o caso,porque corre em segredo de justiça. Os outros advogados de defesa não atenderam nossas ligações e também não responderam nossas mensagens. 

Familiares de Juliana Sales, que moram em uma casa no bairro Interlagos, não quiseram gravar entrevista e disseram que não sabiam onde a pastora estaria, mas informaram que o filho mais novo do casal de pastores estaria com o avô materno, que detém a guarda da criança. Moradores do bairro disseram que não viram nenhuma movimentação no local após a soltura da pastora.

Os pastores Juliana Pereira Salles Alves e Georgeval Alves Gonçalves, são acusados das mortes das crianças Joaquim Alves e Kauã Salles, no dia 21 de abril, na casa onde a família morava em Linhares, região Norte do Estado. O casal liderava a Igreja Batista Vida e Paz no município.

Ver comentários