Notícia

Centro de reabilitação para animais marinhos é aberto em Guriri

Região Norte do Estado é rota de migração de pinguins, tartarugas, baleias e outros animais do mar que aparecem debilitados em algumas situações e precisam de atendimento veterinário. Novo centro vai reabilitar os bichos. Animais que aparecerem mortos vão passar por necropsia

Centro de Reabilitação de Animais Marinhos no balneário de Guriri, em São Mateus
Centro de Reabilitação de Animais Marinhos no balneário de Guriri, em São Mateus
Foto: Divulgação

Animais marinhos debilitados que passam pelo litoral Norte do Espírito Santo, como rota de migração ou para desova, terão atendimento veterinário especializado quando chegarem às praias da região. Isso porque foi aberto no balneário de Guriri, em São Mateus, o primeiro centro de reabilitação da localidade.

Muitos desses animais chegam nas praias machucados ou cansados por conta do deslocamento. Outros aparecem mortos. O Centro de Reabilitação de Animais Marinhos conta com estrutura e profissionais especializados para o atendimento de tartarugas, aves e mamíferos marinhos. O local é privado e está licenciado.

As espécies marinhas que estiverem encalhadas vão receber atendimento veterinário especializado até que apresentem condições para serem reintroduzidas ao ambiente natural. É o caso de tartarugas e mamíferos de pequeno porte. Já as aves vão passar por processo de estabilização e depois serão levadas para o Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram). Os animais que estiverem mortos passarão por necropsia para determinar a causa da morte.

Quem encontrar algum animal marinho encalhado nas praias do litoral norte do Estado, como mamíferos, tartarugas e aves, pode acionar a Central de Emergências da Petrobras pelo telefone 0800 039 5005.

MONITORAMENTO

A empresa responsável pela construção e gestão do centro, CTA – Serviços em Meio Ambiente, é executora técnica do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Campos e Espírito Santo (PMP-BC/ES), que atua entre os municípios litorâneos de Conceição da Barra até Saquarema, na região dos Lagos (RJ). Entre as atividades do projeto estão serviços de monitoramento de praias e resgate, atendimento veterinário, reabilitação, soltura e necropsia de aves, tartarugas e mamíferos marinhos, de acordo com as exigências do Ibama.

Em nota, a empresa explicou que a atividade é desenvolvida para atendimento de condicionante do licenciamento ambiental da Atividade de Perfuração e Completação de Poços, Produção e Escoamento de Petróleo e Gás Natural na área geográfica do Espírito Santo e Atividade de Perfuração e Completação na área geográfica da Bacia de Campos (RJ), onde a Petrobras é operadora.

Ver comentários