Notícia

Com leucemia, menino de Linhares precisa de doação de sangue para viver

Lucas Pessoti Guidolini, de 8 anos, está internado em um hospital de Vila Velha há quase dois meses. Para sobreviver, ele recebe uma bolsa de hemáceas e uma de plaquetas todo dia. Para isso, é preciso que seis pessoas doam sangue diariamente

Lucas Pessoti Guidolini está com leucemia e precisa de doação de sangue para lutar pela vida
Lucas Pessoti Guidolini está com leucemia e precisa de doação de sangue para lutar pela vida
Foto: Arquivo pessoal

Com apenas 8 anos de vida, o pequeno Lucas Pessoti Guidolini enfrenta diversos problemas de saúde e precisa da ajuda de muita gente. Morador de Rio Quartel, em Linhares, o menino está internado na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (Utip) de um hospital de Vila Velha, onde ele faz tratamento contra a leucemia.

Todos os dias, ele recebe uma bolsa de hemáceas e uma bolsa de plaquetas. Mas, para isso, são necessárias seis bolsas de sangue diariamente. Por conta disso, a família pede a ajuda de doadores de sangue para garantir a luta de Lucas pela vida.

O apelo é da tia do menino, a engenheira ambiental Karinnie Nascimento de Almeida. "Levou um tempo para os médicos descobrirem que o Lucas está com câncer. Começou com suspeita de dengue, em seguida ele teve uma infecção bacteriana e só depois perceberam que é leucemia mieloide M3. Além disso, ele teve um AVC. Por conta da doença, vieram algumas reações e seu quadro é muito crítico. Ele está recebendo uma bolsa de plaquetas e uma de hemáceas por dia, usam seis bolsas de sangue para isso. Então, ele precisa de seis doadores por dia para conseguir vencer essa batalha", pediu.

Karinnie contou que, apesar da gravidade de seu estado de saúde, Lucas está lúcido. "Ele está conversando e os pais se revezam nos cuidados. Sabe da doença, sabe que tem leucemia, mas acredito que ele não entende a proporção de tudo isso. Agora está bastante triste porque os cabelos dele começaram a cair. O Lucas é muito vaidoso, a gente está tentando cortar mas ele não deixa. Ele também reclama de dor e inchaço, mas o que mais incomoda é estar no hospital. Sempre foi uma criança muito ativa, que gosta de ir na fazenda dos avós, anda a cavalo, brinca muito", explicou.

A tia ainda disse que o sobrinho pergunta muito dos amigos. "Ele fala que está preocupado em perder o ano na escola porque está no hospital. O Lucas sempre foi um dos melhores alunos da sala e sente muita falta de estudar", lamentou.

DOAÇÕES EM VITÓRIA

Apesar de toda a tristeza que a família enfrenta neste momento, eles se apegam à fé e pedem a ajuda de todos para que o menino fique curado. Quem puder ajudar, as doações de sangue podem ser feitas na Hemocliníca de Vitória (Rua Joaquim Cortes, 44, no Centro, próximo ao Parque Moscoso, de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h) ou no Criobanco do Hospital Santa Rita (Alameda Marechal Campos, no bairro Santa Cecilia, em Vitória).

Ao fazer a doação, é preciso avisar que é para Lucas Pessoti Guidolini, que está na UTIP do Hospital Praia da Costa. Pode ser doadores quem tiver sangue tipo A ou tipo O (RH positivo ou negativo).

Ver comentários