Notícia

Acusadas de matar motorista da Uber a mando de pai de santo são presas

Segundo a polícia, a vítima era namorado do pai de santo, que teria armado o crime para ficar com o dinheiro de um seguro

Dauro Vassoler de Oliveira, vulgo 'Pica Pau'
Dauro Vassoler de Oliveira, vulgo 'Pica Pau'
Foto: Divulgação

O pai de santo Dauro Vassoler de Oliveira, 46 anos, vulgo "Pica Pau", foi preso acusado de mandar matar o namorado para ficar com o dinheiro de um seguro, o motorista da Uber Reginaldo dos Reis Conceição, 30 anos, em Viana. O assassinato teria sido praticado por quatro filhas de santo, segundo a Polícia Civil, que também foram presas.

O crime foi descoberto no dia 10 de junho quando o corpo do motorista da Uber foi encontrado às margens da Estrada Itapuera, no bairro Santa Paula, em Vila Velha. Os peritos constaram que Reginaldo foi assassinado a tiros e que teve o pescoço cortado. Porém, não havia nenhum documento com a vítima, não permitindo a identificação dele no local.

Somente cinco dias depois da morte foi que a família soube que Reginaldo estava desaparecido. “Meu irmão não atendia o telefone. Amigos só diziam ter o visto cinco dias antes. Ao entrar em contato com o Dauro, ele disse que Reginaldo não estava aparecendo mais em casa. Eu disse que ele já deveria estar preocupado, pois Reginaldo era família dele também”, contou um dos irmãos da vítima, um professor de 30 anos. 

Leia também

A Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Vila Velha deu início às investigações e chegou às quatro filhas de santo que participaram da execução a mando do pai de santo.

Foram presas Aline Patrícia do Carmo, 30, conhecida como Alam Carmo, e a namorada Patrícia Tapias Vieira, 39. Também foram detidas a irmã de Aline, Kristiane do Carmo Ferreira, 36, e a namorada Dieny Nunes Ferreira, conhecida como Belo, de 31 anos.

Ver comentários