Notícia

Polícia prende bandidos que tentaram assaltar dono de supermercado

O caso ocorreu no dia 23 de outubro, no bairro Santa Cecília, no município de Cariacica

Policiais da Delegacia Patrimonial prenderam dois bandidos envolvidos na tentativa de assalto
Policiais da Delegacia Patrimonial prenderam dois bandidos envolvidos na tentativa de assalto
Foto: Edson Chagas/Arquivo

Dois bandidos foram identificados e presos por participação a uma tentativa de assalto contra um empresário de 41 anos, dono de uma rede de supermercados, em Cariacica.

O crime aconteceu no dia 23 de outubro. A vítima estava saindo de um dos estabelecimentos, no bairro Santa Cecília, com um malote de dinheiro.

O empresário seguiria até o banco no carro do amigo, um policial militar aposentado, quando os integrantes da quadrilha chegaram.

Linniker Bernardo Alves, de 29 anos, fechou o carro da vítima, a bordo de um Cerato prata. Já Carlos Henrique Fonseca Ribeiro, 25, dirigia um HB 20 prata roubado e bateu na traseira do Celta.

Ao perceber que se tratava de uma abordagem para assalto, o PM acelerou por cima da calçada e conseguiu fugir em direção á BR-262.

Carlos Henrique ainda saiu do HB 20 e efetuou um disparo, que atingiu o chão, tentando evitar que o empresário escapasse.

Neste momento, ele abandonou o carro roubado e subiu na garupa de uma moto, pilotada por um terceiro comparsa, que dava cobertura á ação.

Mesmo sem capacete ele não desistiu e seguiu o Celta onde estava o empresário até a pista lateral da BR-262, próximo a um posto de gasolina.

Ao perceber que ainda era alvo, o policial saiu do carro. Os bandidos iniciaram uma troca de tiros com o militar, que acabou atropelado pelo assaltante de moto.

Como ele e Carlos Henrique também caíram, abandonaram a motocicleta e desistiram do roubo, entrando novamente no Cerato dirigido por Linniker.

O bandido deu ré no veículo, atropelando um motociclista que não tinha envolvimento na situação, e fugiu em seguida. De acordo com o delegado Fabiano Rosa, titular da Delegacia de Segurança Patrimonial, os assaltantes foram identificados através dos veículos abandonados.

“Nós checamos que o HB 20 era roubado, mas moto não. Localizamos o proprietário, que era amigo dos assaltantes e emprestou o veículo do crime”, explicou.

Uma semana depois do assalto ao empresário, antes mesmo de serem identificados, Linniker e Carlos Henrique foram presos em flagrante rodando com o Cerato, que tinha placa clonada.

Os dois foram indiciados por tentativa de latrocínio. O bandido que pilotava a moto não foi localizado até o momento. A polícia ainda investiga se a quadrilha é a mesma que havia roubado R$ 42 mil do empresário em maio deste ano.