Notícia

Mulher é esfaqueada ao tentar defender filha em arrastão no Transcol

A vítima impediu que a filha levasse um golpe no peito, durante assalto na linha 766, em Cariacica. Um dos ladrões foi preso e apanhou dos passageiros

Wender foi levado para a 4ª Delegacia Regional
Wender foi levado para a 4ª Delegacia Regional
Foto: Wagner Martins/TV Gazeta/Arquivo

Uma passageira de um ônibus do Transcol foi esfaqueada por um bandido, ao tentar defender a filha de levar um golpe de faca no peito, durante um assalto na noite de quinta-feira (12), em Cariacica. 

O ladrão fazia parte de uma gangue de criminosos armados e, na fuga, um deles acabou detido pelos passageiros e foi agredido. Segundo a polícia, Wender Vicente de Oliveira, 20 anos, só parou de apanhar com a chegada dos militares.

Leia também

O assalto aconteceu por volta das 19h40, quando o coletivo da linha 766 (Terminal Campo Grande x Cajueiro) passava pelo bairro Pica Pau, área rural do município. Um dos quatro criminosos, armado com um revólver, rendeu primeiro o motorista e o obrigou a parar o veículo. Depois, os outros três suspeitos, armados com facas, começaram a saquear os passageiros. Segundo as vítimas, o grupo estava sentado no fundo do ônibus, que estava lotado.

Os bandidos roubaram celulares, carteiras e joias. Os criminosos estavam recolhendo os pertences de todas as vítimas, mas uma delas, a filha da vítima esfaqueada, acabou reagindo. Assim que o bandido a abordou e puxou a bolsa, ela segurou, momento em que ele tentou dar um golpe de faca no peito da passageira.

A mãe dela, que estava sentada na cadeira ao lado, agiu rápido e conseguiu colocar a mão na frente, sendo atingida pelo criminoso. O golpe causou um corte e sangramento na vítima.

Após o arrastão, três assaltantes fugiram correndo em direção a um matagal. Porém, Wender demorou a descer do veículo e quando tentou ir atrás dos comparsas foi impedido pelos passageiros, além de populares que passavam pelo local e presenciaram o assalto.

A Polícia Militar foi acionada e relatou na ocorrência que quando chegou ao local Wender já estava machucado. Em depoimento, o ladrão disse que só parou de apanhar depois que a população notou a chegada da polícia. 

Wender foi levado para a 4ª Delegacia Regional e confessou que ele e os outros três amigos combinaram o assalto antes de embarcarem no Terminal de Campo de Grande. Ele foi autuado por roubo e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

 

 

Ver comentários