Notícia

Homem que aplicava golpe em médicos e dentistas é preso em Guarapari

Valmir Xavier Loiola se passava por dono de revista e cobrava para divulgar consultórios médicos e odontológicos

O delegado Marcelo Santiago, da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari, explicou que o suspeito foi preso em flagrante ao sair de uma clínica
O delegado Marcelo Santiago, da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari, explicou que o suspeito foi preso em flagrante ao sair de uma clínica
Foto: Reprodução/TV Gazeta

Um homem de 47 anos, acusado de aplicar golpes em médicos e dentistas foi preso na última quarta-feira (20), em Guarapari. De acordo com a polícia,  para ganhar a confiança das vítimas, Valmir Xavier Loiola se passava por proprietário e diretor de uma revista médica e cobrava dos profissionais de saúde um valor para que os consultórios médicos fossem divulgados na suposta publicação.

Valmir Xavier chegou a cobrar R$ 1.500 de uma vítima para divulgar o consultório dela, mas nunca cumpriu o acordo. Após receber a quantia, a vítima não conseguia mais entrar em contato com o acusado, uma vez que ele não atendia mais as ligações. 

Leia também

“O suspeito procurava as clínicas e cobrava para divulgá-las em seu veículo. Ele citava outros médicos renomados de Vitória para dar credibilidade à sua ação. O detido também utilizava uma máquina de cartão de crédito não cadastrada em seu nome”, explicou o delegado Marcelo Santiago, da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari.

Valmir pedia valores de acordo com a posição da matéria, tamanho, e sempre carregava um mostruário convincente para mostrar para as vítimas.

"Ele sempre levava um material muito bem elaborado, inclusive mostrava um site da revista com supostas edições anteriores e também um cartão, que indicava um local físico em Vila Velha, que na verdade é o endereço de outra empresa que não tem ligação com esse cidadão", disse o delegado.

Com Valmir também foi apreendido um carro, também oriundo de golpe. Segundo o delegado, ele utilizou documentos de terceiros para alugou o automóvel em uma locadora de veículos de Vila Velha e nunca realizou nenhum pagamento. "A empresa fez registro da ocorrência em 2017, o carro estava desaparecido desde então”, relatou.

A Polícia Civil tem registros de que Valmir já havia aplicado esse tipo de golpe em Vitoria, Vila Velha, Guarapari, Aracruz e outras cidades da região Norte do Espírito Santo.

Valmir Xavier Loiola foi autuado e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana(CTV). Ele vai responder pelo crime de estelionato.

Ver comentários