Notícia

Casa é atingida por tiro após tentativa de fuga de preso em Cachoeiro

Para evitar a fuga de um detendo, um agente penitenciário deu um tiro de advertência, que atingiu a janela de uma casa. Ninguém se feriu

O tiro atravessou a janela e parou na porta
O tiro atravessou a janela e parou na porta
Foto: Reprodução

A tentativa de fuga de um preso causou pânico para moradores e comerciantes da região da Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Marbrasa, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado. Para evitar a fuga, um agente penitenciário deu um tiro de advertência, que atingiu a janela de uma casa. Ninguém se feriu.

Um jovem de 22 anos, detento da Penitenciária Regional de Monte Líbano, foi levado para a Upa, para uma consulta na última sexta-feira (20). Enquanto aguardava o atendimento, ele teria tentado fugir, mas o agente deu um tiro de advertência e ele foi recapturado.

A estudante Paola Lima França, de 26 anos, contou que estava em casa com a sua mãe quando escutou o tiro, mas ela achou que fosse foguete. Só descobriu que era um tiro à noite.

“Ouvimos um barulho, achamos que eram fogos e depois minha mãe falou que um prisioneiro tentou fugir e o policial deu um tiro para assustar ele. De noite, quando cheguei em casa, entrando no quarto da minha mãe, abri a porta e vi que a bala ficou pendurada na porta e o vidro estava quebrado. Poderia ter atingido a minha cabeça”, disse.

Paola ainda disse que haviam outras pessoas na rua no momento da tentativa de fuga. “Na frente da nossa casa uma moça que vende cachorro quente teve que se abaixar, pois ela poderia ter sido atingida”, contou.

SEJUS

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou que a Corregedoria da instituição está apurando o fato.

Ver comentários