Notícia

Vândalos atacam Fórum de Atílio Vivácqua

A Polícia Civil informou ainda que o caso segue sob investigação da delegacia do município e, até o momento, ninguém foi detido

Fórum de Atílio Vivácqua é apedrejado
Fórum de Atílio Vivácqua é apedrejado
Foto: Marcelo Noto

O Fórum de Atílio Vivácqua, no Sul do Estado, amanheceu nesta segunda-feira (30) com janelas e portas apedrejadas. Apesar de não ter sido invadido por conta de grades, o imóvel está sem segurança noturna e não possui câmeras de segurança. A polícia acredita que se trata de uma ação de vândalos.

Segundo o juiz Marcelo Jones de Souza Noto, o caso foi descoberto na manhã desta segunda pela equipe de limpeza do fórum. “Várias janelas estavam quebradas. Uma baderna. Não sabemos quem foi, solicitamos um boletim de ocorrência e acionamos o Tribunal de Justiça do Espírito Santo”, contou o juiz Neto.

O juiz conta que nada foi levado do local, que possui além de processos, documentos, aproximadamente 25 armas apreendidas. “Estamos numa posição de fragilidade, pois desde o início do ano estamos sem segurança noturno. Acionei o tribunal para uma reforma na segurança”, finalizou.

O chefe de secretaria do Fórum, Guilherme Santos Perciano, diz que as armas serão encaminhadas para o 38º Batalhão de Infantaria em Vila Velha, após serem analisados os processos. No dia 19 de julho deste ano foi divulgada uma resolução no Diário do Tribunal de Justiça do Espírito Santo que, em um prazo de 60 dias, todas as armas apreendidas não ficarão mais nos fóruns e sim em um depósito de responsabilidade das autoridades policiais.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil informou que tem encaminhado as armas apreendidas para Vitória e que ainda não sabe quantas estão no Fórum de Atílio Vivácqua. Em relação ao crime, disse que acredita que seja ação de vândalos, ainda não identificados. A PC também informar que vai buscar por câmeras de monitoramento que existam na região.

A Polícia Civil informou ainda que o caso segue sob investigação da delegacia do município e, até o momento, ninguém foi detido. Demais informações, ainda, não serão passadas para não atrapalhar a apuração.

Já a Assessoria de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça do Espírito Santo informou que houve a quebra de três vidros no Fórum, sendo que, em levantamento das informações com a força policial local, chegou-se à conclusão que foi uma ação de vandalismo, visto que não havia indícios de invasão na unidade citada. Assim sendo, o fato ocorrido não está, de forma alguma, ligado a organizações criminosas.

> Por armas, PCC planeja ataques a fóruns, diz jornal

A assessoria informou ainda,que a unidade judiciária receberá um posto de vigilância 24 horas. 

Ver comentários