Notícia

Casal de namorados é morto com golpes de facão em Cariacica

Mariany Barbosa Pimentel, 21 anos, e um amigo, de 20, saíram da escola acompanhados do namorado da jovem quando foram abordados pelos criminosos

Mariany Barbosa Pimentel, 21 anos, e o namorado foram assassinados. Amigo do casal segue internado
Mariany Barbosa Pimentel, 21 anos, e o namorado foram assassinados. Amigo do casal segue internado
Foto: Mayra Bandeira/Reprodução

Um casal de namorados foi morto a golpes de facão, no bairro Tabajara, em Cariacica, na noite desta terça-feira (07). Um outro rapaz, amigo das vítimas, também ficou ferido no ataque e segue internado em um hospital de Vitória. Ainda não se sabe qual foi a motivação do crime.

Era por volta das 22 horas quando Mariany Barbosa Pimentel, 21 anos, e um amigo, de 20, saíram da Escola Estadual Maria de Lourdes Poyares Labuto, acompanhados do namorado da jovem, identificado como Cristian Borlotti. Os três seguiam para casa.

De acordo com moradores do bairro, Mariany e o amigo faziam o mesmo trajeto todos os dias após deixarem a escola e, às vezes, Cristian costumava buscar a namorada no local. E foi o que aconteceu na noite do crime.

Os três desceram a rua de estrada de chão - que dá acesso à parte baixa do bairro e a um trecho da Rodovia do Contorno - e quando chegaram no final da estrada foram atacados por um grupo de pessoas.

Leia também

Segundo o Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa, cinco homens participaram da ação. Testemunhas relatam que os assassinos estavam armados com facões. Após atacarem as vítimas, os criminosos fugiram do local. Ainda não se sabe se os três amigos foram vítimas de uma emboscada.

De acordo com a Polícia Militar, Cristian e Mariany morreram no local. Já o estudante amigo das vítimas conseguiu correr após fingir-se de morto e foi encontrado ferido, caído na praça do bairro Santana.

O jovem apresentava vários ferimentos na cabeça, braços e abdômen. Ele foi socorrido pelo Samu e levado para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde permanece internado.

O estado de saúde dele não foi informado pela Secretaria de Saúde.

USO DE DROGAS

Em nota, assessoria da PM informou que, no hospital, o jovem ferido contou que Cristian e Mariany tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

Os corpos de Cristian e Mariany foram levados para o Departamento Médico Legal (DML), em Vitória, e liberados por familiares na manhã desta quarta (08). A reportagem também esteve no local em busca de informações sobre as vítimas.

Uma prima de Mariany preferiu não dar entrevista, mas contou que não via a jovem há muito tempo e que ela morava sozinha com Cristian. A vítima foi criada pela avó e era usuária de drogas. A família já teria tentado por diversas vezes ajudar a vítima com tratamentos.

A mãe de Cristian também foi ao DML, mas muito abalada foi amparada por amigos e familiares e não teve condições de dar entrevista. A assessoria da Polícia Civil informou que o caso vai ser investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios Contra a Mulher.

Ver comentários