Notícia

Empresário é assassinado a tiros em Guaçuí

Rafael Ridolfi estava tentando recuperar produtos que haviam sido furtados em sua casa

Rafael foi assassinado a tiros. Dois suspeitos foram presos
Rafael foi assassinado a tiros. Dois suspeitos foram presos
Foto: Reprodução/Facebook

Um empresário de 31 anos foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (10) no bairro Lagoa, em Guaçuí, na Região do Caparaó. A motivação do crime ainda é desconhecida, mas um suspeito foi detido com uma arma de fogo.

Testemunhas contaram para a PM que Rafael Ridolfi teria ido ao local para tentar recuperar alguns objetos que haviam sido furtados de sua residência. Ele teria se desentendido com os suspeitos e acabou sendo atingido.

Leia também

Após o crime , o serviço de inteligência da PM em apoio à Polícia Civil conseguiram localizar e prender o suspeito, identificado como Mayke Gonçalves Aragão, 22 anos, que foi conduzido para a delegacia com outras duas pessoas, que serão liberadas. Ele saiu há aproximadamente 20 dias do Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim.

A arma de fogo utilizada no crime foi localizada e recuperada com uma munição intacta e duas deflagradas. Mayke tem diversas passagens pela polícia por diversos crimes entre eles furto, violação de domicílio e ameaça.

O material apreendidos, o detidos e testemunhas foram conduzidas a Unidade de Polícia Judiciária de Guaçuí. A Perícia da Polícia Civil foi acionada no local. O corpo de Rafael foi encaminhado para o Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim. Mayke será autuado por latrocínio - roubo seguido de morte.

COMOÇÃO

Uma amiga de Rafael, que preferiu não se identificar, disse para a reportagem do Gazeta Online que ele lutava por coisas boas e vai deixar saudades. “ O que mais vai me deixar triste é que não vamos mais ter aquela alegria e companheirismo de um ser tão iluminado. Ele era um cara do bem que lutava só por coisas boas. Esperamos que a justiça seja feita”, contou.

 

 

Ver comentários