Notícia

Acusado de assassinar ex-companheira é preso em São Mateus

Jhonatan Coimbra Aprigio confessou ser o autor do homicídio contra Carla Felicíssimo, 21 anos

Carla Felicíssimo, 21 anos, foi morta pelo ex-companheiro Jhonatan Coimbra Aprigio, no dia 23 de setembro, com um tiro na região do tórax, na casa onde morava
Carla Felicíssimo, 21 anos, foi morta pelo ex-companheiro Jhonatan Coimbra Aprigio, no dia 23 de setembro, com um tiro na região do tórax, na casa onde morava
Foto: Reprodução/Facebook

Jhonatan Coimbra Aprigio, de 24 anos, que estava foragido após assassinar a ex-companheira, foi preso em São Mateus, no Norte do Estado.

De acordo com a Polícia Militar, o acusado foi visto pelos militares andando em uma rua, na tarde de quarta-feira (10), no bairro Bom Sucesso. Jhonathan ainda tentou fugir quando viu a viatura, mas foi abordado pelos policiais.

Durante a revista pessoal foi encontrado com ele um revólver calibre 38, que estava com munição. Em uma bolsa foi encontrada 18 munições do mesmo calibre e uma pedra de crack.

Jhonatan confessou ser o autor do homicídio da ex-companheira Carla Felicíssimo, 21 anos, em 23 de setembro, e informou que a arma que estava com ele foi a mesma utilizada no homicídio.

O acusado foi encaminhado para a delegacia de São Mateus e, em seguida, foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus.

O ASSASSINATO

A jovem Carla Felicíssimo, 21 anos, foi morta pelo ex-companheiro Jhonatan Coimbra Aprigio, no dia 23 de setembro, com um tiro na região do tórax, na casa onde morava no bairro Bela Vista.

Segundo a Polícia Militar, Carla morava com a filha de 1 ano e 8 meses na residência onde foi morta. A criança não estava em casa quando o crime aconteceu. Jhonatan levou a menina para a casa da avó após brigar com a ex-mulher. Porém, uma parente de Carla estava na casa. Ela escutou a briga, o tiro e encontrou a vítima baleada. Jhonatan teria fugido de moto após o crime.

Ainda de acordo com a PM, Jhonatan tinha passagens pela polícia por outros crimes e havia três registros por violência doméstica que Carla registrou contra ele.

Ver comentários