Notícia

Casos de agressões contra crianças marcam a semana no Espírito Santo

Registros ocorreram em Vitória, Vila Velha e Cariacica

Outubro começou, infelizmente, de forma muito trágica no Espírito Santo. A semana foi marcada pela onda de violência contra crianças em Cariacica, Vitória e Vila Velha. O que também choca nos casos é a idade das vítimas — de 27 dias de vida, outra de dois meses e uma de dois anos.

PAI ACUSADO DE AGREDIR FILHO DE 27 DIAS DE VIDA

Carrinho do bebê que foi agredido e internado com traumatismo craniano
Carrinho do bebê que foi agredido e internado com traumatismo craniano
Foto: Carlos Alberto Silva

Na última segunda-feira (1), um pai foi preso acusado de ter batido no próprio filho, uma criança de apenas 27 dias de vida. A vítima, que deu entrada no hospital no domingo (30), está internada em estado grave, com traumatismo craniano, no Hospital Infantil, em Vitória. O homem nega a violência e diz que o filho mais velho — que é autista — é quem teria arremessado o irmão no chão.

MÃE SURTA E JOGA BEBÊ DE DOIS MESES DE PRÉDIO

Janela em que bebê de dois meses foi jogado pela mãe que teria sofrido surto bipolar
Janela em que bebê de dois meses foi jogado pela mãe que teria sofrido surto bipolar
Foto: Carlos Alberto

Outro caso chocou o Espírito Santo. Na terça-feira (2), uma mãe surtou e jogou um bebê de dois meses de idade do segundo andar de uma casa no bairro Campo Grande, em Cariacica. A criança caiu em cima do telhado de um vizinho. O pai ainda tentou resgatar o filho, mas o telhado quebrou e os dois caíram.

Leia também

À polícia, o pai disse que a esposa sofre de transtorno bipolar e quebrou a janela, jogando a criança em um momento de surto. O bebê, que completa três meses no próximo domingo (7), foi levado pelo Bombeiros ao Hospital Infantil de Vitória. Ele passa bem. O pai ficou ferido e deve passar por uma cirurgia na coluna.

MENINA TEM PERNA QUEBRADA PELO NAMORADO DA MÃE

Não queria jantar. Esse foi o motivo fútil para que uma criança de apenas dois anos tivesse a perna quebrada pelo namorado da mãe, nesta quarta-feira (4), em Vila Velha. A mãe da menina, uma estudante de 20 anos, que está grávida de quatro meses, também foi agredida ao tentar defender a filha.

Menina de dois anos teve a perna direita imobilizada
Menina de dois anos teve a perna direita imobilizada
Foto: Mayra Bandeira

A mulher estava na casa do namorado quando o crime aconteceu. Irritado porque a vítima não queria jantar, ele pegou um chinelo de borracha e passou a bater na garota. A mãe, na tentativa de salvar a filha, também foi agredida fisicamente e verbalmente pelo companheiro.

A polícia foi acionada, mas o suspeito conseguiu fugir. Mãe e filha foram socorridas para um hospital do município e liberadas após o atendimento médico. A ocorrência foi registrada no Plantão Especializado da Mulher (Pem), em Vitória.

 

 

Ver comentários