Notícia

Megaoperação nacional caça integrantes de facção capixaba

No Espírito Santo, o alvo eram integrantes do Primeiro Comando de Vitória (PCV)

Morro da Penha em Vitória, onde também há ação do PCV
Morro da Penha em Vitória, onde também há ação do PCV
Foto: Nestor Muller | Arquivo | GZ

Uma megaoperação foi realizada nesta terça-feira (4) contra integrantes de seis facções criminosas relacionadas ao tráfico de drogas e assassinatos em diversas regiões do país. No Espírito Santo, o alvo eram integrantes do Primeiro Comando de Vitória (PCV). 

> A guerra do tráfico nos morros de Vitória

Entre os procurados está um dos líderes do PCV, Fernando Moraes Pereira Pimenta, o Marujo. Ele continua foragido. Em agosto deste ano, a reportagem de A Gazeta revelou, em primeira mão, uma investigação realizada pelo Ministério Público do Espírito Santo, que mostra a ação do PCV nos morros de Vitória, como Piedade, Alagoano, Caratoíra e Bairro da Penha.

A investigação apontou ainda uma relação próxima do grupo capixaba através do seu braço armado, a organização criminosa Trem Bala, com o PCC (Primeiro Comando da Capital), uma das maiores facções criminosas do Brasil, responsável por rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e narcotráfico.

> Gangues trocam ameaças pelas redes sociais

Na época, a reportagem revelou que a gestão dos “negócios” do PCV estava nas mãos de Marujo, que recebe ordens diretas de Carlos Alberto Furtado da Silva, o Beto, principal liderança da organização criminosa, preso no Presídio de Segurança Máxima II.

A OPERAÇÃO

No Estado, foram cumpridos 13 mandados de prisão e 20 mandados de busca e apreensão domiciliar. Os detidos, até o momento, foram Micaela Gomes dos Santos, Edvan Vieira de Souza e Júlio Cesar Silva dos Santos.

> O histórico de conflitos entre traficantes de Vitória

A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) e pela Polícia Militar. Participam 127 policiais militares, integrantes do 1º Batalhão, em Vitória, Companhia Independente de Cães, 4º Batalhão em Vila Velha, 7º Batalhão em Cariacica e promotores de Justiça do Gaeco.

Durante a operação, foram apreendidas também uma espingarda calibre 12, de fabricação caseira, um revólver calibre 38, munições, três aparelhos de celular, um rádio comunicador, duas buchas de maconha e R$ 511,30 em dinheiro.

> Alagoano: o terror da guerra do tráfico

Além de Fernando Moraes Pereira Pimenta, o Marujo, ainda estão foragidos Laion da Silva Oliveira, Carlos André Mendonça de Jesus, Marcelo Diniz Alvez, “Marcelo D2” ou “General” e Samuel Gonçalves Rodrigues, o “Catraca”.

No País, foram cumpridos 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão em 14 estados e no Distrito Federal.

FORAGIDOS CAPIXABAS

Criminosos | 21h47

Laion da Silva Oliveira, quatro mandados de prisão em aberto 

Fernando Moraes Pereira Pimenta, o “Marujo”, dois mandados de prisão

Carlos André Mendonça de Jesus, um mandado de prisão em aberto 

Marcelo Diniz Alvez, “Marcelo D2” ou “General”, evadido do sistema penitenciário 

Samuel Gonçalves Rodrigues, o “Catraca”, oito mandados de prisão em aberto

Ver comentários