Notícia

Dupla é presa suspeita de matar amigo a facadas em Pinheiros

O corpo de Antônio Batista Filho, de 32 anos, foi encontrado no último dia 6 na localidade de Ranha, zona rural do município do Norte do Estado. Os suspeitos saíram para beber com a vítima quando cometeram o crime

Corpo de Antônio Batista Filho, de 32 anos, foi encontrado no último dia 6 em uma estrada na localidade de Ranha, zona rural de Pinheiros
Corpo de Antônio Batista Filho, de 32 anos, foi encontrado no último dia 6 em uma estrada na localidade de Ranha, zona rural de Pinheiros
Foto: Polícia Civil

Dois jovens foram presos nesta quarta-feira (23), em Pinheiros, região Norte do Estado, acusados de matar um amigo a facadas. O corpo de Antônio Batista Filho, de 32 anos, foi encontrado no último dia 6 em uma estrada na localidade de Ranha, zona rural do município. Os suspeitos saíram para beber com a vítima quando cometeram o crime.

As prisões de Cleber dos Santos Almeida, de 23 anos, e de Daniel Menezes de Souza, de 21 anos, foram realizadas pela equipe da Delegacia de Polícia de Boa Esperança com o apoio de policiais militares que atuam no município. Eles foram detidos na localidade onde aconteceu o assassinato.

Cleber dos Santos Almeida e Daniel Menezes de Souza foram presos acusados de matar amigo em Pinheiros
Cleber dos Santos Almeida e Daniel Menezes de Souza foram presos acusados de matar amigo em Pinheiros
Foto: Polícia Civil

O delegado Douglas Trevizani Sperandio disse que o corpo de Antônio foi encontrado com diversas marcas de golpes de faca perto da fazenda onde ele residia. “Iniciamos as investigações e descobrimos que a vítima saiu na companhia de amigos para beber em um local próximo de onde morava, mas não voltou para casa. Com a intensificação das investigações, constatou-se que três amigos da vítima tinham suposto envolvimento no crime”, afirmou.

 

Durante o depoimento de Cleber e Daniel, eles inocentaram a participação de outros dois conduzidos. Os acusados apresentaram versões similares para o crime, de acordo com o delegado. “Eles disseram que a motivação seria que a vítima teria cometido assédio contra suas esposas, fato ocorrido em 2016, mas o caso continua sendo investigado”, explicou Sperandio.

Depois de prestar depoimento, Cleber e Daniel foram autuados pelo homicídio de Antônio. Os acusados foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus.

Ver comentários