Notícia

Marido dá tesourada na esposa e sai para beber com amigos em Vila Velha

O caso aconteceu por volta das 3h10 deste sábado (26) no bairro Chácara do Conde, em Vila Velha. Após ferir a esposa, o acusado, Fábio da Conceição Buais, 45, saiu de casa e foi para um bar beber com amigos.

Plantão Especializado da Mulher (Pem)
Plantão Especializado da Mulher (Pem)
Foto: Google Street View

Mais um caso de violência doméstica entra para as estatísticas do Estado. Uma mulher de 41 anos foi golpeada pelo companheiro enquanto dormia. O caso aconteceu por volta das 3h10 deste sábado (26) no bairro Chácara do Conde, em Vila Velha. Após ferir a esposa, o acusado, de  45 anos, saiu de casa e foi para um bar beber com amigos.

Para a polícia, a vítima contou que estava dormindo quando o marido chegou em casa e iniciou as agressões. Em uma tentativa de se defender, a mulher pegou uma tesoura e atingiu o marido no rosto. Nesse momento, ainda segundo informações da polícia, o homem teria tomado a tesoura da mulher e, para responder à agressão, a golpeou na barriga.

>Uma mulher é morta a cada 4 dias no Espírito Santo

Ferida, a mulher acionou a polícia, que logo após prestar socorro à vítima, foi ao bar onde o acusado estava. De acordo com moradores da região, pessoas que estavam no bar chegaram a tentar impedir que a polícia levasse o acusado.

À reportagem, a família contou que o relacionamento do casal é bastante “conturbado”. “Eles moram juntos há sete anos e vivem um relacionamento muito conturbado, são muitas brigas. Sempre que bebem, eles brigam muito. Todo dia é uma confusão”, contou a mãe do agressor.

>Homem com mandado de prisão é detido se masturbando dentro de carro

A mãe, que preferiu não se identificar, mora em uma casa vizinha e contou que ficou sabendo do caso pela nora. “Ela me ligou, me falou que os dois tinham brigado e que ele tinha dado um tesourada nela”, contou.

A vítima foi encaminhada para o Hospital Estadual Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha. A Polícia Civil informou que o conduzido foi autuado por lesão corporal e ameaça na forma da Lei Maria da Penha. Uma fiança de R$ 1,5 mil foi arbitrada e, caso não seja paga, ele será encaminhado ao presídio.

Ver comentários