Notícia

Polícia apreende meia tonelada de maconha que abasteceria Guarapari

Droga foi localizada dentro de um caminhão em Cariacica

As informações foram passadas durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (2)
As informações foram passadas durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (2)
Foto: Patrícia Scalzer | CBN Vitória

A Polícia Civil apreendeu mais de meia tonelada de maconha no bairro Nova Valverde, em Cariacica.  A droga veio do Estado de Goiás e iria para o município de Guarapari, um dos balneários capixabas que mais recebe turistas nesta época do ano. De acordo com a Polícia Civil, a quantidade abasteceria a cidade durante todo verão.

A Delegacia Especializada de Investigação de Furto e Roubo de Carga chegou até a carga de entorpecente depois de receber uma denúncia anônima sobre um caminhão que estaria transportando uma carga roubada de eletrodomésticos. Ao chegar no local e fazer a abordagem, os policiais se depararam com 560 quilos de maconha.

 

O chefe da Polícia Civil, delegado Darcy Arruda, destacou que com essa apreensão outros crimes são evitados. “Conseguimos com esse comportamento intervir em crimes, em disputa de pontos. Muitas pessoas se matam utilizando esse tipo de erva e, quando retiramos a droga, combatemos a oferta e impactamos na demanda”, afirmou.

> Cobertura em Guarapari pega fogo durante queima de fogos da virada

O motorista da carreta, Milton dos Santos, 46 anos, e o ajudante, Igor Leandro Fonseca, 37 anos, foram presos em flagrante. O motorista contou que iria receber R$ 25 mil pelo transporte da droga. Desse total, o ajudante receberia R$ 5 mil.

De acordo com o delegado Gabriel Monteiro, as investigações continuam para que o receptor da droga seja detido. “Eles não souberam passar informações sobre a identificação de quem comprou, mas a partir disso, vamos investigar e identificar quem teria sido esse comprador”, disse.

A polícia acredita que o motorista do caminhão optou por passar dentro do bairro Nova Valverde para fugir da fiscalização. “No final do ano aumenta a fiscalização nos balneários e em todo Estado, então, eles tentam por uma rota de fuga atravessar esse tipo de mercadoria ilícita”, disse Monteiro.

Milton é dono de três carretas e disse que está passando por dificuldades financeiras, motivo pelo qual aceitou o transporte da droga. Igor já tem passagem pela polícia. Os dois já estão no Centro de Triagem de Viana (CTV). Eles vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, com agravante da droga ser transportada entre Estados.

VEJA FOTO

As informações foram passadas durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (2)
As informações foram passadas durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (2)
Foto: Patrícia Scalzer | CBN Vitória

Ver comentários