Notícia

Bandidos invadem igreja e destroem até Capela do Santíssimo

A ação criminosa aconteceu na madrugada de terça-feira (12)

A igreja de São José do Sobradinho, no distrito de Sobradinho, em Boa Esperança, Norte do Estado, virou cenário de vandalismo durante uma ação criminosa, na madrugada de terça-feira (12). Nem a Capela do Santíssimo, espaço onde ficam armazenadas as hóstias da Eucaristia, escapou da destruição por parte do invasor, que ainda arremessaram as hóstias pelo chão. Na religião católica, a hóstia é o corpo e o sangue de Cristo.

Localizado a 23 quilômetros de distância do Centro de Boa Esperança, Sobradinho possui 315 famílias residindo no local. Assim que a luz do dia apareceu, moradores ligaram para o padre Romário Hastenreiter, pároco da paróquia Nossa Senhora das Graças de Boa Esperança, comunicando o que havia acontecido.

> Crime com vergalhão: assassino de empresária será julgado em maio

“O que mais me chocou vou ver a destruição do Santíssimo. Quando cheguei à igreja depois de receber a ligação de moradores avisando, vi pessoas chorando. Isso mexe demais com a gente, causa indignação. A cidade está muito triste com o que aconteceu pois é uma ofensa à igreja”, declarou o padre.

Os moradores disseram que não é possível afirmar o número exato de pessoas que entraram na igreja. Sabe-se, apenas, que quem entrou usou a porta de frente para invadir o templo religioso. “A porta é de vidro e muito frágil, acho que forçaram para abrir. Agora, teremos que reforçar as fechaduras, colocar grades e também instalar câmeras para tentar dar um pouco de segurança. Os policiais não são suficientes”, afirmou o padre Romário.

> Aparelho usado em pesquisa científica é roubado em Jardim da Penha

A destruição material e o furto de um violão e de um DVD não é o que mais incomoda neste momento a comunidade. “O mais grave para nós é o sacrário, uma caixa onde é depositada a reserva eucarística, hóstias consagradas que sobram de uma celebração ou que serão usadas na próxima e que eram guardadas lá. A igreja de sobradinho morreu, é um trauma muito grande. O sentimento que vi nas pessoas que frequentam a igreja é o mesmo da perda de um familiar”, pontuou o sacerdote.

O bispo da Diocese de São Mateus, a qual pertence a paróquia de Boa Esperança, já foi comunicado sobre o arrombamento e deve comparecer ao local.

> Golpista que fez dezenas de vítimas no ES está foragido

Para o Padre Romário, quem invadiu a igreja devia acreditar que havia dinheiro no local. “Talvez estivesse atrás de algo de valor ou dinheiro. Não sei o que passou na cabeça de quem fez”, observou.

Para quem frequenta a igreja Católica de Sobradinho, a situação causou profunda tristeza. “As pessoas que fizeram isso não conhecem a Jesus. A igreja é um lugar sagrado. Poderiam ter levado qualquer instrumento, mas não mexido na Eucaristia”, disse perplexa a diretora escolar e frequentadora da igreja, Marineide Luciano Bernando, 43 anos.

VEJA FOTOS

SEM PISTAS

O arrombamento foi registrado na delegacia. Por meio de nota à imprensa, a Polícia Civil informou que nenhum suspeito havia sido detido até o início da noite desta terça-feira. O material roubado também não havia sido recuperado. O caso seguirá sob investigação da Delegacia de Boa Esperança.

> Leia mais matérias de Polícia

Ainda na nota, a Polícia Civil também solicita que quem tiver informações que possam colaborar com o trabalho da Polícia Civil podem entrar em contato pelo telefone 181 ou pelo site do Disque-Denúncia (disquedenuncia181.es.gov.br). O sigilo e o anonimato são garantidos.

Sobre o policiamento ostensivo na região, a Polícia Militar informou que disponibiliza todos os recursos no intuito de garantir a tranquilidade de todas as comunidades do município, com a realização de patrulhamento preventivo, operações como blitz e abordagens a suspeitos.

CIDADE SOFRE COM ONDA DE CRIMES

Uma onda de assaltos e furtos tem assustado moradores da cidadezinha de Boa Esperança, desde dezembro de 2018. Em reportagem publicada no último dia 03, o Notícia Agora mostrou relatos de medo e das inúmeras formas que a população tem usado para tentar, de alguma forma, não ser vítima de criminosos. Uma delas é um aplicativo de celular que conta com a colaboração da população para repassar informações à polícia.

> Luiz Durão tem pedido de liberdade negado

No início de janeiro, o prefeito, Lauro Vieira, chegou a encaminhar um ofício à Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) pedindo ajuda para lidar com a situação e informando a dificuldade da presença de pouco efetivo policial na cidade. A Polícia Militar informou, na época, que dentro de 30 dias a situação deveria melhorar. Já a Polícia Civil ficaria a cargo de apurar os delitos, mas já havia identificado três duplas de motoqueiros suspeitos. A delegacia local funciona em um prédio interditado.

A cidade, com pouco mais de 16 mil habitantes, é de fácil acesso para quem vem dos municípios de Pinheiros, Nova Venécia e também São Mateus, o mais populoso e com balneário. Isso fez do local um ponto de passagem de assaltantes, que contam com uma boa rota de fuga, segundo relatos de policiais, moradores e políticos da região.

Ver comentários