Notícia

Caso de família sequestrada em estacionamento não aconteceu no ES

As imagens circulam com a informação de que o caso teria acontecido na Praia da Costa, em Vila Velha. Mas, na verdade, aconteceu em São Paulo, no último dia 29

Caso de mulher e criança sequestrados em estacionamento de farmácia não aconteceu no Espírito Santo
Caso de mulher e criança sequestrados em estacionamento de farmácia não aconteceu no Espírito Santo
Foto: Reprodução

Um vídeo de uma mulher sendo sequestrada junto com uma criança no estacionamento de uma farmácia tem sido divulgado em redes sociais nos últimos dias. Nas imagens, as vítimas são abordadas por um casal de criminosos aparentemente armados e logo depois sequestradas no próprio carro. As imagens circulam com a informação de que o caso teria acontecido na Praia da Costa, em Vila Velha. Mas, na verdade, o crime aconteceu em São Paulo, no último dia 29.

> Vídeo mostra assalto em posto de Vila Velha

 

 

No vídeo, é possível ver a mulher com o carro parado em um estacionamento. Ela coloca a criança no banco de trás enquanto fala ao celular e, ao sentar no banco do motorista, é rendida pelo casal. O bandido força a mulher a ir para o banco do carona e assume a direção. Já a cúmplice, senta no banco de trás, ao lado da criança. Depois, os criminosos fogem levando as vítimas. 

ASSISTA

A reportagem entrou em contato com a farmácia citada nas redes sociais como o local onde o crime teria acontecido, na Praia da Costa. A empresa respondeu que o caso não aconteceu em um estacionamento da rede e muito menos no Espírito Santo. Segundo o funcionário, o vídeo circula na internet há cerca de uma semana e em cada postagem aparece com a informação de que aconteceu em um estado diferente.

O G1 SP divulgou, no último dia 2, que o sequestro relâmpago aconteceu em Butantã, Zona Oeste de São Paulo. As vitimas foram rendidas e levadas para o apartamento onde moram. A dupla ainda levou os reféns para fazer saques em caixas-eletrônicos. Depois, os ladrões fugiram com o carro da família, que foi encontrado no dia seguinte em Osasco. 

> Leia mais publicações da seção 'Passando a Limpo'

Cinco dias antes desse assalto, outra vítima de sequestro relâmpago também foi atacada. Ela reconheceu o mesmo casal. 

Ver comentários