Notícia

Homem é detido após ameaçar aluna de morte dentro da Ufes

O caso aconteceu durante um evento na cantina do Centro de Artes

Ufes: diretores da Casufes precisam ser servidores da universidade
Ufes: diretores da Casufes precisam ser servidores da universidade
Foto: Edson Chagas

Um homem foi detido na tarde desta sexta-feira (15) após agredir verbalmente e ameaçar de morte uma estudante do curso de Artes Visuais, no campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), em Vitória.

Ao Gazeta Online, a vítima, de 21 anos, contou que estava em um evento, com dois amigos, quando foi abordada pelo rapaz, que pediu um pedaço de papel. O suspeito sentou ao lado dela e começa a intimidá-la com termos machistas. A jovem respondeu de volta, quando foi xingada por ele e ameaçada de morte.

"Ele falou que ia me matar, que ia tirar alguma coisa do bolso dele. Ele chegou a me chamar para fora da Ufes para me bater e falou ia acabar comigo em dois minutos. Disse que não existia Lei Maria da Penha que iria impedir ele de fazer alguma coisa comigo. Falou que finalmente ia me matar, me jogar no mangue, e que ninguém nem ia ficar sabendo disso e que iria fazer com a maior tranquilidade do mundo", relatou.

Após o caso, a jovem revelou que se sente insegura na instituição. "A universidade está tentando fazer a segurança, mas ainda não está sendo tão eficaz quanto deveria ser, principalmente para grupos que estão sendo alvo mesmo, por exemplo as mulheres. Não é um espaço seguro, nunca foi, ainda mais para quem estuda à noite", confessou. 

Acionada pela reportagem, a Administração Central da Ufes informou que o fato aconteceu durante um evento na cantina e ainda não há dados sobre a identidade do suspeito que, segundo relato dos estudantes, não é membro da comunidade acadêmica.

O homem foi contido por policiais militares e vigilantes da universidade e encaminhado a Delegacia Regional de Vitória.

OUTRO CASO

Uma estudante de Arquitetura da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) foi atacada por um homem dentro do prédio do Cemuni III, onde são realizadas as aulas do curso. A agressão aconteceu antes das 7h, perto do início da aula. Ainda não há informação da motivação do crime.

Leia também

Segundo testemunhas, o homem, identificado como Devid Pereira, de 24 anos, tentou esganar a jovem apertando o pescoço dela. De acordo com a enfermeira responsável pelo Departamento de Atenção à Saúde (DAS) da universidade, onde a vítima foi atendida, a estudante chegou chorando muito e relatou que estava sendo apertada no pescoço pelo homem. Ela conseguiu gritar e uma auxiliar de limpeza, que estava perto, conseguiu bater na cabeça do agressor com uma vassoura.

O agressor foi autuado por tentativa de homicídio e está preso.

Ver comentários