Notícia

Ladrão usa bilhete na Serra: "É um assalto, vai morrer"

O recado criminoso foi entregue à vendedora de loja
O recado criminoso foi entregue à vendedora de loja
Foto: Divulgação

Um bilhete. Foi isso que um bandido usou para assaltar uma joalheria em Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. Segundo informações da polícia, depois de entrar duas vezes na joalheria e sair, o acusado Clessio Faria dos Santos, 25 anos, entrou em contato com a vendedora e pediu para ver dois relógios, na tarde deste sábado (10).

Se passando por cliente, Clessio colocou e tirou os relógios do braço e, discretamente, retirou do bolso o bilhete com a frase “é um assalto, silêncio, vai morrer” e a entregou para a vendedora. Outros três clientes estavam na loja.

Leia também

Sem a reação da funcionária, o suspeito saiu da joalheria levando os dois relógios - avaliados em quase R$ 1 mil. Porém, não ficou com eles por muito tempo. A vendedora saiu da joalheria e gritou por socorro. Comerciantes e clientes partiram para o cima de Clessio e o detiveram já na esquina da rua da loja. O suspeito também foi agredido até a chegada da Polícia Militar.

Quando os militares chegaram, eles levaram o suspeito para o Hospital Jayme Santos Neves, em Morada de Laranjeiras. O suspeito recebeu atendimento e passou por exames devido aos ferimentos provocados pelas agressões, a maior parte na cabeça. Com Clessio, foram apreendidos os dois relógios que foram retirados do interior do comércio. As joias foram devolvidas para a joalheria.

DÍVIDAS

Após seis horas no hospital, o detido foi encaminhado para a Delegacia Regional de Serra, onde prestou depoimento. “Na delegacia, ele alegou que venderia os relógios e usaria o dinheiro para pagar aluguéis vencidos da casa onde reside, em Cidade de Pomar, também na Serra. A casa onde residia era de um traficante e estaria recebendo ameaças de morte por não pagar o valor, segundo a versão apresentada”, contou o delegado Rodrigo Rosa, que estava de plantão.

Clessio não possui passagens anteriores pela polícia. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de roubo simples e encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Viana. 

 

 

Ver comentários