Notícia

Preso por agredir mulher, homem surta, se machuca e vai para hospital

Ele foi encaminhado para o Plantão Especializado da Mulher, mas precisou ser levado para o Hospital São Lucas, em Vitória

Plantão Especializado da Mulher (PEM)
Plantão Especializado da Mulher (PEM)
Foto: Rafael Silva

Um homem foi preso após agredir uma mulher de 30 anos e ameaçar ela de morte com uma faca no bairro Cristóvão Colombo, em Vila Velha, na noite deste sábado (23). No Plantão Especializado da Mulher, em Vitória, o ajudante de pedreiro, de 25 anos, teve um surto e ficou batendo com a cabeça no chão. Ele se machucou e precisou ser levado para o Hospital São Lucas, em Vitória. O nome do suspeito não vai ser identificado na reportagem para preservar a vítima.

Segundo a Polícia Civil, a mulher de 30 anos morava com o suspeito há cerca de nove meses. Ela estava em casa quando faria algo para comer durante à tarde, mas como estava sem gás, avisou ao companheiro que iria na casa de uma vizinha. Ele falou que ela não poderia ir e começou a gritar. A mulher insistiu e saiu de casa.

Segundo a polícia, a mulher ficou durante à tarde na casa dessa vizinha, quando o rapaz apareceu gritando e pedindo para entrar. Ele conseguiu quebrar a janela com a mão, mas acabou indo embora. Quando a mulher foi para casa, ele continuou a briga, pegando uma faca para ameaçá-la de morte. Ele ainda a agarrou pelo pescoço, mas a mesma vizinha chegou para separar a confusão e ligar para a Polícia Militar.

A mulher não ficou machucada, segundo a Polícia Civil. O suspeito reagiu no momento da prisão e precisou ser algemado. Dentro da viatura ele se rebateu várias vezes. Os policiais precisaram parar o veículo para conter o acusado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, na delegacia ele se ajoelhou e começou a bater a cabeça no chão. Como ficou machucado, ele precisou ser levado com escolta policial por uma ambulância para o Hospital São Lucas, também na Capital.

AGRESSIVO QUANDO BEBE

A mulher de 30 anos contou para os policiais que o suspeito era agressivo quando bebia, mas não consumia álcool com frequência e também não era usuário de drogas. Ela declarou nunca ter visto ele dessa forma, mas pediu uma medida protetiva no Plantão Especializado da Mulher. Ela disse que vai voltar para a Bahia, para morar com a família.

A Polícia Civil foi demandada pela reportagem do Gazeta Online para explicar como fica a situação do suspeito, além do estado de saúde dele, mas até o momento não respondeu. 

Ver comentários