Notícia

Adolescentes são investigados por planejar massacre em escolas do ES

Um estudante de 14 anos é investigado pela Polícia Civil após planejar um ataque à escola estadual na Serra. Um adolescente de 17 anos, que ameaçou promover um ataque em uma escola particular de Cariacica também é investigado

Um os adolescentes investigados fez ameaças de ataque a um colégio de Cariacica
Um os adolescentes investigados fez ameaças de ataque a um colégio de Cariacica
Foto: Caique Verli

A polícia investiga um estudante de 14 anos que planejava praticar um massacre na escola estadual Belmiro Teixeira Pimenta, no bairro Eurico Salles, na Serra. Um adolescente de 17 anos, que ameaçou promover um ataque em uma escola particular de Cariacica, no dia 1º de abril, também é investigado.

Investigadores da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do rapaz na manhã desta quinta-feira (4).

De acordo com o titular da DRCC, delegado Brenno Andrade, o menor teria se inspirado no ataque ocorrido na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, São Paulo, no dia 13 de março.

> Após massacre em São Paulo, aluno do ES envia fotos armado aos colegas

Antes do massacre, o adolescente realizava buscas sobre crimes na internet. "O adolescente confessou que planejava atacar a escola onde estuda, mas disse que depois desistiu da ideia. Na casa dele apreendemos um videogame, um notebook e um smartphone. Ele pesquisava sobre homicídios e outros crimes bizarros", explicou.

> Como ameaça de aluno fez professor pedir demissão no ES

De acordo com o delegado, os dois adolescentes vão responder o crime previsto no artigo 41 da Lei de Contravenções Penais, que é provocar pânico ou tumulto. Se houver alguma denúncia, também poderão responder pelo crime de ameaça. As investigações ainda estão em curso.

Ver comentários