Notícia

Fiança de R$ 5 mil para vendedor nu que agrediu motoboy em Vitória

Thallys Augusto teve alta médica nesta quarta e foi encaminhado para a delegacia; para não ser levado para presídio precisa pagar R$ 5 mil

Homem surta, fica nu e agride entregador de lanches em Vitória
Homem surta, fica nu e agride entregador de lanches em Vitória
Foto: Reprodução

A Justiça determinou fiança no valor de R$ 5 mil para soltar o vendedor Thallys Augusto Heidimann Plantikow, preso após agredir um motoboy com um capacete na Mata da Praia, em Vitória, no último domingo (07).

Thallys recebeu alta do Hospital São Lucas na manhã desta quarta-feira (10) e foi encaminhado para a 1ª Delegacia Regional. Ele havia sido internado por conta das escoriações que apresentava após ser detido.

> 'Treinamento militar me ajudou', diz militar

A decisão da juiza Raquel de Almeida Valinho foi publicada no site do Tribunal de Justiça do Espírito Santo após audiência de custódia realizada nesta quarta-feira no Centro de Triagem de Viana (CTV).

De acordo com o entendimento da magistrada, para ser solto, Thallys deve pagar uma fiança de R$ 5 mil e está proibido de manter contato com a vítima. Além disso, não pode de sair da Grande Vitória sem prévia autorização do juiz natural da causa, deve comparecer aos atos do processo e é obrigado a estar em casa das 22h às 5h.

No entanto, até às 18 horas a família ainda não havia conseguido levantar a quantia exigida e, por isso, o vendedor continua preso no Centro de Triagem de Viana. 

MOTOBOY PEGO DE SURPRESA

O motoboy que foi agredido por um vendedor de 29 anos no meio da rua usando um capacete revelou, na manhã desta terça-feira (09), que foi pego de surpresa. O vendedor estava pelado no momento que começou a agressão.

O caso aconteceu na noite deste domingo (07), no bairro Mata da Praia, em Vitória, e foi registrado por uma câmera de videomonitoramento. O agressor continua internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (Heue) sob escolta policial. Ele foi autuado por embriaguez na direção de veículo automotor, lesão corporal, resistência e desobediência.

Leia também

O motoboy gravou um áudio, no qual relata que foi pego de surpresa pelo agressor. Ele diz que o homem estava em surto e chamou a polícia para contê-lo. Veja o relato na íntegra:

OUÇA

VÍDEOS

Em uma nova imagem, ele aparece pelado e correndo em direção a um motoboy que estava parado em frente à portaria do prédio, para fazer uma entrega de comida. Uma mulher que iria retirar a entrega corre para dentro da área de um prédio, enquanto as agressões contra o entregador começam.

Ver comentários