Notícia

Perigosos, bandidos que fugiram de cadeia no ES não foram localizados

Entre os fugitivos estão homicidas, chefe do tráfico e agressor de mulheres

Fugitivos da penitenciária de Xuri
Fugitivos da penitenciária de Xuri
Foto: Divulgação | Sejus

Até agora, nenhum dos nove detentos que fugiram da Penitenciária Estadual de Vila Velha III, do Complexo de Xuri, na noite da última segunda-feira (22), foi localizado pela polícia. Entre os fugitivos, está um criminoso apontado pela polícia como chefe do tráfico de Flexal II, um agressor de mulher, acusados de roubos e um suspeito de vários homicídios.

Procurada, a Secretaria de Estado da Justiça informou por nota que as buscas continuam, com o apoio da Polícia Militar.

> Detenta foge de hospital e deixa filho recém-nascido para trás

"A Diretoria de Inteligência Prisional da Secretaria também atua no levantamento de informações junto às forças de segurança para auxiliar na localização dos foragidos, mas até o momento nenhum dos nove internos foi encontrado. A Sejus, desde o incidente, iniciou uma investigação minuciosa para apurar as circunstância da fuga", informou, por nota.

PERICULOSIDADE

Adair Fernandes Da Silva
Adair Fernandes Da Silva
Foto: Divulgação/ Sejus

O foragido acusado de ser o chefe do tráfico de Flexal II é Adair Fernandes da Silva, o Dadá. Ele estava detido desde novembro de 2017, quando foi encontrado com duas pistolas calibre 9mm, uma pistola calibre .40, uma espingarda calibre 12, além de aproximadamente R$ 5 mil. Ele também é suspeito de fazer uma foto que viralizou, apontando uma arma em direção a viatura da PM.

> Principal líder de grupo criminoso foge de hospital no ES

Na foto, que circulou em 2017, dois suspeitos mostram apenas parte do antebraço e das mãos segurando duas pistolas, uma delas com pente estendido, apontadas para uma viatura da polícia parada em um semáforo.

Bandidos aparecem em foto apontando arma para viatura da PM no ES
Bandidos aparecem em foto apontando arma para viatura da PM no ES
Foto: Whatsapp | Gazeta Online

Wallas Borges Silva também é procurado. Em 2012 ele foi detido por agredir a namorada e arrastá-la pelo braço, em Vitória. Outro foragido é Gleidson Rezende Marçal, o Xaropinho. Suspeito de cometer vários homicídios em Santa Rita, Vila Velha, ele foi preso em 2010 ao trocar tiros com a Polícia Militar.

> Mesmo algemado, detido consegue fugir da polícia em Vitória

Os outros fugitivos são Sávio Soares de Souza, preso desde 2016 por tráfico de drogas, homicídio e corrupção de menores; Julio Cesar Geraldo, preso desde 2014 por tráfico de drogas, porte de arma , receptação e roubo; Carlos Eduardo Ferreira da Silva, preso desde 2015 por roubo, tráfico de drogas;

Adamo Moreira Feliz, preso desde 2018 por posse de arma e tráfico de drogas; Jean Carlos de Souza Silva, preso desde 2017 por tráfico de drogas, posse de arma de fogo, corrupção de menores e roubo; e Charles Bastos Morares, preso em 2018 por posse de arma.

COMO ESCAPARAM DO PRESÍDIO?

Embora a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) não tenha informado a dinâmica da fuga, Rhuan Karllos Alves Fernandes, presidente do Sindicato dos Inspetores Penitenciários do Espírito Santo (Sindaspes) contou que os detentos conseguiram escapar cortando a grade que dá acesso a área externa da unidade.

> Detento foge durante audiência no Fórum de Montanha

ALÉM DA CAPACIDADE

Para o Sindaspes, a fuga dos nove detentos demonstra o problema de infraestrutura que a penitenciária enfrenta. De acordo com Rhuan Karllos Alves Fernandes, a unidade tem capacidade para abrigar 500 detentos, mas atualmente há mais de 1.300 presos.

Falta servidores e no dia da fuga havia apenas sete inspetores, ficando só um na guarita. Os alambrados estão enferrujados e não há sistema de identificação eletrônica para identificar quando o preso encosta na grade. Falta rádio comunicador, o que prejudica a comunicação interna. Sem contar que quase não há iluminação na área externa. Os funcionários não conseguem enxergar

Procurada, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou, por meio de nota, que o Ciodes foi acionado assim que a fuga ocorreu. Buscas foram realizadas na região, com apoio da Polícia Militar e do grupo de operações táticas da Secretaria, mas ninguém foi localizado. A Sejus ressaltou, ainda, que uma apuração minuciosa será realizada pela Corregedoria para investigar as circunstâncias do fato.

OS FUGITIVOS

ADAIR FERNANDES SILVA

Encontrava-se preso desde 04/11/2017 com entrada através de mandado de prisão por tráfico de drogas. Também respondia por furto e porte ilegal de arma de uso permitido.

Adair Fernandes Da Silva
Adair Fernandes Da Silva
Foto: Divulgação/ Sejus

WALLAS BORGES SILVA

Preso desde 23/06/2016 com prisão em flagrante por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Já havia sido condenado por furto, violência doméstica e tráfico de drogas

WALLAS BORGES SILVA
WALLAS BORGES SILVA
Foto: Divulgação/Sejus

SÁVIO SOARES DE SOUZA

Preso desde 02/06/2016 com prisão em flagrante por tráfico de drogas/ corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 (dezoito) anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la. Respondia ainda a processos por homicídio.

SÁVIO SOARES DE SOUZA
SÁVIO SOARES DE SOUZA
Foto: Divulgação/ Sejus

JULIO CESAR GERALDO

Preso desde 23/05/2014 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo. Respondia a processo por receptação e roubo.

JULIO CESAR GERALDO
JULIO CESAR GERALDO
Foto: Divulgação/Sejus

CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA

Preso desde 06/03/2015 por roubo. Respondia a outros processos por tráfico de drogas, associação e roubo.

CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA
CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA
Foto: Divulgação/ Sejus

ADAMO MIREIRA FELIX

Preso em flagrante em 22/06/2018 por posse de arma e tráfico de drogas

ADAMO MIREIRA FELIX
ADAMO MIREIRA FELIX
Foto: Divulgação/Sejus

JEAN CARLOS DE SOUZA SILVA

Entrada através de Prisão em Flagrante em 19/07/2017 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo / corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 (dezoito) anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la. Há ainda outros processos por roubo, e tráfico de drogas.

Jean Carlos de Souza
Jean Carlos de Souza
Foto: Divulgação/Sejus

CHARLES BASTOS MORARES

Entrada em 23/08/2018 através de mandado de prisão por posse de arma de uso restrito. Respondeu a outros processos por tráfico de drogas e posse de arma de fogo.

CHARLES BASTOS MORARES
CHARLES BASTOS MORARES
Foto: Divulgação/Sejus

GLEIDSON RESENDE MARÇAL

Entrada no sistema prisional em 28/08/2016 por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Há ainda outros processos por homicídio e resistência à prisão."

Charles Bastos Moraes
Charles Bastos Moraes
Foto: Divulgação/Sejus

> Leia mais matérias de Polícia

Ver comentários