Notícia

Corpo de diretor de futebol morto em perseguição é velado em Vila Velha

Amigos e familiares despediram-se de Marcos André Marques, de 26 anos, dono de uma distribuidora de bebidas e diretor do Esporte Clube Divinense

Velório Marcos
Velório Marcos
Foto: Ricardo Medeiros

Amigos e familiares despediram-se neste domingo (12), no Cemitério Parque da Paz, em Ponta da Fruta, Vila Velha, de Marcos André Marques, de 26 anos, dono de uma distribuidora de bebidas e diretor do Esporte Clube Divinense. Ele foi assassinado no último sábado (11), em Divino Espírito Santo, após criminosos invadirem um campo de futebol e promoverem uma perseguição por ruas e avenidas de Vila Velha. Além de Marcos, um jovem que era o alvo dos disparos ficou ferido. Nenhum suspeito foi localizado. 

Muito abalados, os amigos e familiares preferiram não falar com a imprensa e pediram que a reportagem não se aproximassem da sala do velório, que teve inicio às 10 horas. Estão presentes na cerimônia os pais da vítima, além da esposa, com quem André tinha um casal de filhos, de três e oito anos.

Um dos momentos de grande emoção foi a chegada da mulher de André. Extremamente abalada, ela precisou ser amparada por familiares para andar até a sala de velório. Aos gritos de "O meu menino, não!" e perguntando-se "Por que fizeram isso com ele?", a jovem, que tinha um relacionamento com a vítima há cerca de 11 anos, de acordo com familiares, recebeu apoio de quem estava presente. 

Muitos amigos pareciam não acreditar na morte de André. Mas por pedido da família, ninguém de entrevista. Uma amiga contou apenas que um ônibus iria ao local com jogadores de futebol que conheciam o diretor de futebol para prestar uma última homenagem. O enterro está previsto para às 15 horas.

MORADORES ASSUSTADOS

Os moradores do entorno do campo de futebol onde o crime aconteceu, e, Divino Espírito Santo, ficaram assustado com os tiros na região. Uma dona de casa, que preferiu não se identificar, contou que estava na janela quando tudo aconteceu. 

"De início, eu achei que fossem fogos. Só depois que começou a correria e a confusão que eu fui entender que era tiros. Consegui ver quando o rapaz que estava na arquibancada foi baleado. Nós ficamos muito assustados, havia muita gente na rua", lembra. 

RELEMBRE O CASO

Após invadirem um campo de futebol e promoverem uma perseguição por ruas e avenidas de Vila Velha, bandidos mataram um diretor de futebol e deixaram um jogador ferido em estado grave, em frente ao Hospital Santa Mônica, em Vila Velha. A vítima fatal é Marcos André Marques, de 26 anos, dono de uma distribuidora de bebidas e diretor do Esporte Clube Divinense.

A confusão começou por volta das 15h30 deste sábado (11), durante uma partida do Esporte Clube Divinense, de Divino Espírito Santo, contra o Gladiador, de Aribiri. O jogo acontecia em um campo localizado atrás do Fórum de Vila Velha, em Boa Vista.

Segundo testemunhas, aos 10 minutos do segundo tempo, um homem armado entrou em campo e efetuou disparos na direção de um jogador do time de Aribiri. Por ser vítima, seu nome não será divulgado.

Um dos tiros atingiu a perna de Marcos André, que estava na arquibancada. Mesmo machucado, ele pegou o carro para ir ao hospital. Assustados, três jogadores do Divinense entraram no banco traseiro do Cobalt branco de Marcos André. O alvo dos disparos, na tentativa de fugir, também se jogou dentro do carro e sentou no carona. Nesse momento, um dos atletas do Divinense desistiu de seguir junto e desceu do Cobalt.

O grupo seguiu por cerca de um quilômetro até o hospital. No entanto, eles foram seguidos pelos atiradores, que estavam no carro de trás – inicialmente informou-se que os atiradores estavam numa moto, mas as investigações da polícia apontam para um Peugeot. No cruzamento da Rua Professor Augusto Ruschi com a Avenida Francelina Carneiro Setúbal, Marcos atravessou o sinal vermelho e atingiu a Eco Sport prata do professor Emerson Almonfrey. 

Sem controle, o Cobalt subiu na calçada e ainda atingiu um Versa branco que estava estacionado. Assim que o veículo parou, os atiradores foram na direção do carro e fizeram mais três disparos: dois acertaram Marcos pelas costas e um atingiu o carona.

Marcos morreu no local, já o jogador foi socorrido para o hospital São Lucas. O delegado Felipe Pimentel Dias, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), confirmou que o jovem no carona era o alvo dos tiros.

“Ele tem passagem pela polícia e não foi ouvido ainda por estar no centro cirúrgico do hospital”. Ainda de acordo com o delegado, o estado de saúde do jogador é grave.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que nenhum suspeito foi detido. O caso seguirá sob investigação da DHPP de Vila Velha. Outras informações não foram passadas para não atrapalhar o andamento das investigações.

Marcos era casado e deixa a esposa e um casal de filhos, de três e oito anos de idade.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil informa que até o momento nenhum suspeito foi detido. O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de VIla Velha. Outras informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar o andamento das investigações. Não temos acesso ao estado de saúde do outro baleado.

A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível a pessoa anexar imagens e vídeos de ações criminosas. O sigilo e anonimato são garantidos

Ver comentários