Notícia

Idosa é feita refém em carro por mais de 50 km no Norte do ES

Vítima disse ter sido ameaçada durante todo o trajeto entre Linhares e Marilândia

Idosa de 62 anos foi vítima de sequestro relâmpago, no Centro de Linhares
Idosa de 62 anos foi vítima de sequestro relâmpago, no Centro de Linhares
Foto: Divulgação/PM

Uma mulher de 62 anos foi feita refém por mais de 50 km durante a noite desta quarta-feira (1). Quando ela saia de um banco no Centro de Linhares, no Norte do Estado, dois homens armados a ameaçaram, um deles entrou no carro dela e seguiu com ela até a entrada do município de Marilândia, já na região Noroeste do Espírito Santo.

De acordo com a vítima, o criminoso colocava frequentemente uma faca na perna e no pescoço dela. Uma arma de fogo também ficava na lateral do banco do motorista. A idosa ainda teria sido obrigada por ele a usar um boné, a fim de confundir a polícia em um possível tiro com o intuito de atingi-lo.

O pesadelo só chegou ao fim depois de uma perseguição. No trevo de Marilândia, o assaltante conseguiu fugir do cerco policial e apontou uma arma pela janela. Nesse momento, dois agentes da Polícia Militar dispararam um tiro cada, que atingiram o para-choque do carro e a porta traseira do lado do motorista.

Em seguida, o assaltante entrou em uma estrada de terra, pela qual andou aproximadamente mais três quilômetros, antes de abandonar o veículo e a vítima, para se esconder em um matagal às margens da via, com uma arma de fogo. O suspeito foi detido na manhã desta quinta-feira (2).

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que Alan Silva Miranda foi autuado em flagrante por roubo qualificado com restrição de liberdade da vítima e será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina.

Ver comentários