Notícia

Idoso morre atropelado e casa é atingida em Vila Velha

O motorista do Corsa sedan fugiu do local após a colisão

Homem morre atropelado e casa é atingida em João Goulart, Vila Velha
Homem morre atropelado e casa é atingida em João Goulart, Vila Velha
Foto: Internauta Diego

Um idoso morreu atropelado ao ser atingido por um carro na esquina da Avenida Brasil, no bairro João Goulart, em Vila Velha, na noite deste sábado (25). Tudo aconteceu por volta das 20h30. O veículo ainda atingiu um casal que estava em uma bicicleta e só parou ao atingir uma residência.

Testemunhas informaram que um veículo, um Corsa Seda prata, seguia em alta velocidade na Avenida Brasil, no sentido Morada da Barra, quando atingiu um ciclista, o aposentado Gilson Gonçalves do Nascimento, de 73 anos.

> "A ficha não caiu", diz filho de idoso que perdeu pai em atropelamento

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o condutor do Corsa prata tentava ultrapassar um Onix, que também trafegava na rodovia. Nisso, acabou atingido o carro do outro condutor e os ciclistas, antes de parar no muro da residência. O motorista deixou o local logo após o acidente. Testemunhas afirmaram que ele apresentava sinais de embriaguez.

O auxiliar de serviços gerais Mozaniel de Aquino Cardoso, 36 anos, conta
que presenciou o acidente. "Ele (o idoso) estava na rua quando o carro veio e atingiu ele. O homem atropelado caiu perto da farmácia".

Uma doméstica, 42 anos, que mora na rua onde aconteceu o acidente, conta que estava sozinha em casa e escutou apenas o barulho do atropelamento. "Eu saí na janela e foi quando ele bateu no portão e depois no poste. Quando eu vi a menina debaixo do carro, eu fiquei louca. Mas ela não reclamou de nada, ela estava consciente".

Ainda segundo a doméstica, o carro precisou ser suspenso para a retirada da mulher.

CASA ATINGIDA

Após o atropelamento, o veículo atingiu o muro da casa do porteiro Jonas
Moura, 51 anos, que estava trabalhando no momento do acidente. O porteiro conta que não havia ninguém em casa.

De acordo com o Jonas, o filho e a esposa haviam saído de casa para levarem a nora, que está grávida, ao hospital por conta de uma dores. Na volta para casa, já na manhã deste domingo (26), eles se depararam com o muro da frente da residência quebrado e o veículo ainda estava no local.

O porteiro conta que foi informado sobre o acidente pelo filho. "Ele falou que tinha derrubado a porta de aço. Primeiro pensei que tinha sido os outros comércios, mas foi aqui. É difícil, né? A gente trabalha para ter as coisas, os outros vem e vai ficar por isso mesmo, porque ninguém faz nada. Dá uma tristeza, porque aqui foi trabalhado para construir".

Não há informação do estado de saúde dos outros dois ciclistas que também foram atropelados no acidente. Tanto a PM, quanto a Polícia Civil, disseram que, como a ocorrência aconteceu no sábado, a assessoria de imprensa não tem acesso às informações.

Ver comentários