Notícia

Ladrão que agiu em ensaio de casamento é preso roubando no mesmo lugar

Sidney da Vitória, de 30 anos, foi detido na mesma praia que agiu no primeiro crime, após assaltar dois amigos na última quinta-feira (30). Ele passou por uma audiência custódia de na manhã desta sexta-feira (31) e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.

Praia Secreta, localizada no bairro Praia da Costa, em Vila Velha
Praia Secreta, localizada no bairro Praia da Costa, em Vila Velha
Foto: Vitor Jubini

A polícia prendeu o assaltante que roubou todo o equipamento de fotografia e filmagem de profissionais que faziam um ensaio de casamento de um casal de noivos, no dia 9 de abril deste ano, na Praia Secreta, em Vila Velha. Sidney da Vitória, de 30 anos, foi detido na mesma praia que agiu no primeiro crime, após assaltar dois amigos na última quinta-feira (30). Ele passou por uma audiência custódia de na manhã desta sexta-feira (31) e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva. 

No primeiro assalto, quando Sidney da Vitória conseguiu escapar, estavam na Praia Secreta a noiva, de 21 anos, o noivo, 23, uma fotógrafa, 25, um videomaker, 23, e a mãe da noiva, de 39 anos. De acordo com o videomaker, foram levados cerca de R$ 22 mil em equipamentos, somados com os da fotógrafa. Ele contou que o crime aconteceu por volta das 16h30.

Sidney estava em uma bicicleta e usando uma mochila vermelha, onde guardava os objetos roubados. Ele desceu a rampa que dá acesso à praia e abordou um casal que tirava fotos nas pedras, em seguida, foi até os noivos e a equipe de produção.

"Antes de assaltar a agente, ele pegou o celular de um casal que fazia fotos nas pedras. Depois, veio em nossa direção e roubou nossas coisas. Todos nós estávamos com celulares, mas o bandido não revistou ninguém e nem exigiu os aparelhos, apenas os equipamentos de foto e filmagem", contou. 

Ainda de acordo com o videomaker, o ladrão estava aparentemente tranquilo, mas não deixou de ameaçar as vítimas. "Ele disse que se a gente não passasse tudo que estava lá, ele iria rasgar a gente na bala". A vítima destacou ainda que acionaram a Polícia Militar, que esteve na praia, mas o criminoso não foi encontrado.

PRISÃO

Já o segundo assalto, na última quinta-feira (31), aconteceu por volta das 9 horas quando dois amigos, de 32 e 21 anos, conversavam em cima das pedras. Sidney se aproximou portando uma arma falsa e anunciou o assalto. O Boletim de Ocorrência da Polícia Militar que a reportagem teve acesso não explica quais objetos foram roubados na ação. 

De acordo com o depoimento dos policiais que atenderam a ocorrência, as vítimas reagiram, amarraram as mãos do criminoso com um cadarço e acionaram a Polícia Militar. Quando os PMs chegaram ao local ouviram gritos de socorro e localizaram as vítimas imobilizando o assaltante na rampa que dá acesso à praia. 

Sidney foi encaminhado à 2ª Delegacia Regional de Vila Velha, onde foi autuado por roubo. Ele passou por uma audiência custódia de na manhã desta sexta-feira (31) e teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.

RECONHECIMENTO

As vítimas do primeiro assalto, em abril, tiveram acesso as imagens da prisão de Sidney e o reconheceram. O videomaker rendido na primeira ação informou o reconhecimento à Delegacia da Prainha, onde o caso é investigado. "Os investigadores disseram que eu não precisava ir pessoalmente à delegacia hoje (31) e que entrarão em contato comigo para que eu passe mais informações", contou. 

Ver comentários