Notícia

Professora é assassinada após culto em São Mateus

Regiane da Silva Pereira desapareceu no domingo (05), após ida à igreja. Seu corpo foi encontrado às margens da BR 101, na tarde de segunda-feira (06), com sinais de estrangulamento

A professora Regiane da Silva Pereira foi encontrada morta em São Mateus
A professora Regiane da Silva Pereira foi encontrada morta em São Mateus
Foto: Arquivo pessoal

Uma professora de 40 anos foi encontrada morta, com sinais de estrangulamento, na tarde desta segunda-feira (06), em São Mateus, região Norte do Estado. Regiane da Silva Pereira tinha ido à igreja na noite de domingo (05) e depois desapareceu. Seu corpo foi achado às margens da BR 101, na entrada da comunidade Santa Luzia.

Segundo a Polícia Militar, diversas pessoas ligaram informando que havia o corpo de uma mulher ao lado da rodovia. Após se deslocar ao local, os militares encontraram a vítima e confirmaram que ela estava morta.

Em uma perícia preliminar no local do crime, o perito da Polícia Civil constatou que havia sinais de estrangulamento em Regiane.

Familiares da professora foram ao local. O marido contou aos policiais que levou a esposa a uma igreja no bairro Ideal por volta das 18 horas de domingo. Regiane teria avisado que ele não precisava buscá-la, pois ela iria à pizzaria com uma amiga após o culto. No entanto, ela não voltou para casa. Ainda de acordo com a PM, o marido afirmou que tentou contato com a vítima por volta de meia-noite, mas o celular dela tinha ficado na residência.

Em nota, a Polícia Civil informou que nenhum suspeito foi detido até o momento e que o caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Mateus.

 

 

Ver comentários