Notícia

Abalada, mãe é amparada por familiares no enterro da filha morta em assalto

Ketelin Costa Sampaio, de 16 anos, foi morta em um assalto em um supermercado de Jardim Juara, na Serra, na noite de sábado

O corpo da estudante Ketelin Costa Sampaio, de 16 anos, foi enterrado na manhã desta segunda-feira (17) no cemitério de Carapina Grande, na Serra. O enterro aconteceu por volta das 11h15 na presença de muitos familiares, que estavam completamente desolados com a situação.

Ketelin foi morta em um assalto em um supermercado de Jardim Juara, na Serra. Nervosa com a situação, ela foi baleada justamente enquanto virava de costas, nervosa, pedindo que um cliente abraçasse ela.

A pedido da família, a imprensa ficou afastada do local onde ocorria o enterro. A mãe da estudante gritava o tempo todo, bastante abalada e consolada por familiares, pedindo que a filha voltasse.

Antes do caixão sair da capela do cemitério em direção onde o corpo seria enterrado, houve uma salva de palmas. Familiares ainda fizeram um apelo, dizendo que o pai da jovem é acamado e, após um AVC, usa fraldas e precisa de doações. Ele não pode comparecer ao cemitério para se despedir da filha.

Com informações de Mayra Bandeira

 

O CRIME

De acordo com investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), era por volta das 21h quando a vítima, identificada como Ketelin Costa Sampaio, foi ao supermercado com um casal de padrinhos. A vítima, que era moradora de São Diogo, também na Serra, foi ao bairro unicamente para acompanhar os padrinhos nas compras.

> Vídeo mostra assassinato de estudante em assalto a supermercado da Serra

Havia cerca de oito pessoas - sendo seis clientes e os proprietários, além do filho deles, de 12 anos - dentro do estabelecimento, que fica na Rua Sofia Sampaio, quando dois criminosos entraram, um deles armado e com capuz no rosto.

Ketelin Costa Sampaio foi morta com um tiro na nuca
Ketelin Costa Sampaio foi morta com um tiro na nuca
Foto: Reprodução/Redes sociais

O bandido armado anunciou o assalto e exigiu os celulares das pessoas que estavam no supermercado. As vítimas não reagiram e entregaram os aparelhos. Enquanto o homem de capuz rendia as pessoas apontando a arma para elas, o comparsa ia recolhendo os celulares e cerca de R$ 150 do caixa.

A dona do estabelecimento, que estava nos fundos do supermercado, foi para a área da frente quando se deparou com a cena do assalto. Assustada, ela retornou para os fundos do comércio. Foi quando o criminoso armado perguntou: "Ela correu?"

As vítimas então disseram que ela apenas tinha voltado para parte de trás. Nesse momento, o criminoso atirou na direção das pessoas e o tiro acabou acertando a adolescente de 16 anos que, muito nervosa, estava sendo amparada por um outro cliente. Ketelin foi baleada exatamente na hora em que ficou de costas e pediu para que um cliente abraçasse ela.

A adolescente morreu na hora. Os clientes entraram em desespero e os bandidos fugiram a pé pelas ruas do bairro.

Supermercado onde estudante foi assassinada em assalto
Supermercado onde estudante foi assassinada em assalto
Foto: Elis Carvalho

Ver comentários