Notícia

Homem que fingia ser delegado é detido em Guarapari

Weber Felizardo Alvim afirmava que exercia a função na Superintendência de Inteligência e Ações Estratégicas (SIAE); ele foi detido e levado à Delegacia Regional de Guarapari

Weber Felizardo Alvim foi detido e encaminhado à delegacia
Weber Felizardo Alvim foi detido e encaminhado à delegacia
Foto: Divulgação | Polícia Civil

Um homem identificado como Weber Felizardo Alvim, que fingia ser delegado, foi detido na noite desta sexta-feira (7), em Guarapari. De acordo com a Polícia Civil, o homem afirmava que exercia a função na Superintendência de Inteligência e Ações Estratégicas (SIAE).

Segundo a polícia, Weber postava diversas fotos na rede social Instagram, exibindo distintivos e armas. Inclusive, ele havia postado um distintivo da Polícia Civil, em maio deste ano, em dedicatória ao delegado Guilherme Daré, o que chamou a atenção da polícia, já que o chefe da Polícia Civil é o delegado-geral José Darcy Arruda, desde o início do ano. 

Leia também

Após desconfiar do rapaz, já que não constava o nome dele registrado na Polícia Civil, uma equipe foi até à casa dele. Chegando lá, o suspeito se identificou como delegado e demonstrou conhecimento de todo o quadro da polícia mas, em um certo momento, ele se enrolou ao afirmar os locais onde já atuou. Isso porque ele disse ao titular da 10ª Regional de Anchieta, Marcos Nery, que conduzia o caso, que já foi plantonista na Delegacia Regional de Vitória, entre os anos de 2014 a 2016. Mas o próprio Marcos Nery também já trabalhou na delegacia da Capital e percebeu que ele estava mentindo. 

DISTINTIVO FALSO

À polícia, Weber apresentou uma carteira falsa com distintivo de delegado de polícia e uma carteira funcional falsificada. Além disso, ele portava um simulacro de arma de fogo. No apartamento dele também foram apreendidas um pistola "air soft", uma espingarda de chumbinho, um simulacro de fuzil, dois coletes, munições de calibre 38 intactas e facas.

Armas e coletes foram apreendidas no apartamento do falso delegado
Armas e coletes foram apreendidas no apartamento do falso delegado
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O homem contou que se sentiu frustrado por não ter sido aprovado para exercer o cargo e que passou a mentir para a família e os amigos. Ele afirma que sonhava em ser policial. Após ser detido, ele foi encaminhado à Delegacia Regional de Guarapari. Weber foi autuado em flagrante delito por crime de falsificação de documento público e posse ilegal de munição de uso permitido.

 

 

 

 

Ver comentários