Notícia

Motorista de aplicativo desaparece após corrida em Vila Velha

Aldo Souza dos Reis saiu para trabalhar na última sexta-feira (07) e não voltou para a casa. Família acredita em assalto.

Aldo Souza dos Reis está desaparecido há três dias. Motorista saiu para trabalhar e não voltou para casa
Aldo Souza dos Reis está desaparecido há três dias. Motorista saiu para trabalhar e não voltou para casa
Foto: Arquivo Pessoal

O motorista de aplicativo Aldo Souza dos Reis, 32 anos, está desaparecido desde a última sexta-feira (07). Ele trabalhava durante a noite e fez um último contato com o filho por volta das 21h. Na ligação, ele disse que estava em uma corrida em Vila Velha e voltaria para a casa às 22h, o que não aconteceu. A família acredita que Aldo tenha sido vítima de assalto. 

Aldo saiu de casa, na Serra, por volta das 17h30 em um Gol Prata. De acordo com a esposa, a diarista Azélia Santos Gomes, 33 anos, ela e o marido se falaram pelo menos três vezes enquanto ele trabalhava. A última ligação aconteceu às 21h, quando o filho perguntou se Aldo estava voltando para a casa.

> Homem desaparece após bater ponto em indústria de Linhares

"Ele disse que ainda ia trabalhar por mais uma hora e que estava fazendo uma corrida em Vila Velha. Meu filho foi dormir e eu fiquei esperando, mas ele não voltou", disse. 

Azélia relatou que tem medo de assaltos e, por causa disso, ela tinha costume de ligar para o marido de uma em uma hora. Porém, a partir das 22h, o motorista parou de atender as ligações da família.

"Como ele não atendeu na primeira vez, imaginei que estivesse dirigindo. Logo depois o celular dele caiu na caixa postal. Pensei que tivesse descarregado e que ele estava no caminho para casa", declarou.

> Pescador desaparece em alto-mar no Espírito Santo

A diarista disse que passou a madrugada inteira acordada tentando ligar para o marido. Na manhã de sábado ela reuniu familiares e um grupo de amigos para procurar Aldo na região.

"A gente está se mobilizando, com esperanço de encontrá-lo. É uma situação angustiante. Meus filhos ficam perguntando pelo pai, choram", desabafou.

Aldo trabalhava como motorista de aplicativo há aproximadamente um ano, depois de ter ficado desempregado. Ele usava calça jeans, tênis preto e um moletom azul claro no momento em que desapareceu e dirigia um Gol Prata placa ODM 1042. 

A Polícia Civil informou que o caso já está sendo investigado mas que até o momento o homem não foi encontrado. O carro utilizado pelo motorista se encontra sinalizado com restrição de furto/roubo, para caso seja visto por alguma agencia policial, seja abordado. Denúncias que auxiliem no trabalho da polícia podem ser feitas por meio do Disque - Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br.

Ver comentários